Parmegiana de Frango Light, bom demais!

Oiii! Quem segue a gente no Instagram (@blognossonaipe) acompanha postagens diariamente sobre diversas dicas de lugares, hotéis, restaurantes, sobremesas, comidas, entre outros. Essa semana postei um almoço que fiz aqui em casa e ficou super delícia!

parmegiana de frango

A gente aaaama comer gordices, mas na semana pegamos leve (equilíbrio é tudo na vida!), e eu gosto de inventar coisas diferentes para fugir um pouco daquele frango grelhado com arroz integral e salada, para a gente não enjoar e ficar mais fácil seguir a R.A. (reeducação alimentar) direitinho!

Essa receita de hoje é ótima para fazer no fim de semana, um prato leve, prático e saboroso! Anota aí:

Parmegiana light de frango

Ingredientes
– 2 filés de frango
– 3 colheres de sopa de azeite
– 3 tomates cortados em 4 partes
– 2 dentes de alho amassados
– 1/2 cebola picada
– 2 colheres de sopa de extrato ou polpa de tomate
– 1 colher de sobremesa de molho de pimenta (opcional)
– sal, limão, pimenta do reino e pimenta calabresa à gosto
– 2 fatias de queijo mussarela light (não gosto de escrever muçarela, é feio! 😛 )

Modo de preparo
Tempere o frango com limão, sal e pimenta do reino e deixe pegar gosto de 30min a 60min. Bote uma caçarola (frigideira mais funda) pra esquentar, e quando tiver já quentinha (tipo 1min30 depois) coloque o azeite e depois o frango. Deixe dourar dos dois lados, e quando ele tiver pronto, retire. Utilize a mesma caçarola e o sujinho do frango para fazer o molho. Acrescente a cebola, deixe ficar transparente/douradinha e acrescente o alho, deixando refogar um pouco e pegar uma corzinha também. Coloque os pedaços de tomate (pedaços grandes mesmo, pois o tomate vai “se desfazer”) e deixe cozinhando por um tempinho em fogo baixo. Acrescente um pouco de água quente, para fazer o molhinho e os temperos não grudarem e queimarem. O tomate vai cozinhar e, quando ele tiver bem molinho, ao ponto de você esmagá-lo facilmente, acrescente o extrato de tomate, o molho de pimenta e a pimenta calabresa (se não gostar de molho picante coloque só o extrato de tomate) e deixe cozinhar por uns 5min. Acerte o ponto do sal e está pronto!

Nota: se não tiver tirado a pele do tomate antes, não tem problema. Quando ele tiver bem quente e cozido, a pele sai facilmente da polpa e você a tira, antes de acrescentar o extrato de tomate.

Na hora de servir, coloque o frango grelhado, o molho e a fatia de mussarela em cima. Você pode levar para gratinar ou levar ao microondas, só para dar uma derretida no queijo. Eu servi com com espaguete integral refogado com azeite, manjericão e orégano. Ficou uma delícia!!

 

Essa versão é mais light, mas você poderia, por exemplo, jogar em cima do mussarela um queijo parmesão ralado para dar um tchan, empanar o frango, colocar mais queijo pra gratinar… Mas daí também as calorias aumentam, né?? A intenção foi adaptar um prato que amamos para uma versão mais light! Poderia comer com arroz integral, que ficaria ainda um prato menos calórico, mas o macarrão integral é uma ótima forma de variar, uma vez na semana e em porção moderada não estraga a dieta!! Se você tiver folhas de manjericão em casa pode acrescentar também, fica uma delícia! No dia que fiz aqui não tinha, por isso não coloquei.

Importante ressaltar que a pimenta:

  • é um ótimo termogênico natural (acelera o metabolismo, ajudando na queima de gordura);
  • tem efeito antioxidante (dependendo do tipo previne envelhecimento precoce e doenças crônicas);
  • auxilia na digestão e protege a mucosa, ajuda no controle do colesterol e, consequentemente, na saúde cardíaca;
  • atua na prevenção de câncer (seus fitoquímicos têm propriedades anticarcinogênicas) e da diabetes (atua na redução do nível de glicose no sangue);
  • beneficia o sistema circulatório, por conter vitaminas A, C, do complexo B, potássio e cálcio;
  • ajuda no combate à depressão, melhora o humor e promove alívio da dor;
  • tem ação anti-inflamatória (por conta da capsaicina, substância presente na pimenta que dá a sensação de ardor).

Ainda, estudos apontam que o uso da pimenta vermelha durante as refeições estimula o sistema nervoso, produzindo aumento da liberação de catecolaminas, noradrenalina e adrenalina, o que provoca a diminuição do apetite e da ingestão calórica, além de um pique no ânimo!

A tabela abaixo resume os nutrientes de cada tipo de pimenta:

tabela pimenta

#partiu apimentar a vida!? 😀

Espero que gostem e quem fizer não deixa de comentar o que achou! Se postar uma fotinha no Instagram, usa a hashtag #receitanossonaipe para eu acompanhar, tá?

parmegiana de frango

Beijos e bom apetite!!

Fontes:
Blog Barra de Cereal
Site Minha Vida
Site Saúde Dica

 

 

Anúncios

Autor: Livia | Viagens & Menus

www.viagensemenus.com - aqui compartilhamos muitas dicas e relatamos nossas experiências ao redor do mundo. Um espaço para quem gosta de conhecer novos lugares e comer bem. Enjoy! :)

O que achou? Comente aqui! Clique em "seguir comentários" para ser notificado por e-mail sobre a resposta.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s