Viña Lapostolle – uma vinícola chilena de alma francesa no Vale do Colchagua

Os vinhos franceses são conhecidos por sua elegância e qualidade. Os chilenos, por sua ousadia e excelência. E quando a essência francesa se une ao terroir chileno, o resultado são vinhos que superam todas as expectativas e agradam aos enófilos mais exigentes. Conhecemos a Lapostolle, uma vinícola chilena fundada por franceses, e ficamos apaixonados!

Vinícola Lapostolle, Vale do Colchagua, Chile

A cerca de 150km de Santiago, capital do Chile, o Vale do Colchagua é uma região preciosa para quem gosta de visitar vinícolas. Nesse lugar concentram-se alguns dos mais renomados nomes da enologia chilena, e há uma vinícola que você não pode deixar de visitar quando for por lá: a Viña Lapostolle.

Surpreendente desde a sua arquitetura até o processo de produção sofisticado, a Lapostolle é uma vinícola que surgiu da paixão de um casal de franceses, Alexandra Marnier Lapostolle e Cyril de Bournet, pelo Vale do Colchagua. Alexandra, que pertence a uma tradicional e renomada família produtora de vinhos e licores na França, enxergou nessa região características perfeitas para fazer um vinho extraordinário. E foi exatamente o que fizeram!

Vinícola Lapostolle, Vale do Colchagua, Chile

Chegar à Viña Lapostolle é bem fácil, mas tem que ter cuidado para não ir para a bodega errada, já que na região de Colchagua existem duas. No GPS (Google Maps, Waze) a opção correta para essa visita que fizemos é a Viña LapostolleI-350, Santa Cruz. São mais ou menos 20min desde a cidadezinha de Santa Cruz, em estrada super boa e asfaltada.

Após passar pela entrada (uma parede branca com o nome Clos Apalta), ainda são alguns kms até chegar à bodega, por uma estrada de terra pelo meio dos vinhedos, belíssima!

Vinícola Lapostolle, Vale do Colchagua, Chile

A Laspotolle é uma vinícola especial, diferente de todas que nós já visitamos. Ela impressiona em todos os detalhes. A começar pela sua estrutura, com um design arrojado e pensada de forma a aproveitar toda a natureza do lugar no processo de produção, que é completamente orgânico. É uma vinícola de luxo, requinte e elegância, características que se refletem nos seus vinhos, tendo um deles sido considerado o melhor do mundo em 2008 pela publicação Wine Spectator, o Clos Apalta 2005.

Existem três vinhedos da Viña Lapostolle no Chile: um no Valle Cachapoal, um no Valle Casablanca e um no Valle de Colchagua, o Vinhedo Apalta, o que conhecemos.

Vinícola Lapostolle, Vale do Colchagua, Chile

O tour de degustação dura cerca de 1h e nos leva a conhecer toda a estrutura da vinícola, seu processo de produção e as características dos seus vinhos, podendo ser feito em espanhol ou inglês.

Começamos o tour na parte mais alta do local, em uma construção com um design que lembra um ninho (ou um barril estiloso, para alguns, rs), com uma vista belíssima para os parreirais. Essa construção se destaca e nos chamou atenção desde longe, quando entramos na vinícola, e estávamos loucos para descobrir o que era!

Vinícola Lapostolle, Vale do Colchagua, Chile
No “ninho”.

Nesse momento, nossa guia falou sobre esse vinhedo, onde somente é produzido o vinho premiado Clos Apalta, os tipos de uva que eram cultivadas e um pouco sobre a criação e a essência da vinícola. Após, passamos a percorrer o interior da bodega, conhecendo o salão onde é feita a separação das uvas.

Interessante que a colheita é manual e a separação é feita por máquinas de alta tecnologia, com supervisão cuidadosa, de forma a não machucar nem danificar nenhuma uva, garantindo a máxima qualidade desde a primeira etapa da produção. Outra coisa que nos chamou atenção foi o fato de as uvas serem colhidas de madrugada!

Vinícola Lapostolle, Vale do Colchagua, Chile

Depois dessa parte, entramos no “ninho”! Essa estrutura internamente abriga barris de carvalho francês, onde é feita a maceração e fermentação da uva. Esse é um dos pontos de maior diferenciação do Clos Apalta da Lapostolle, pois esse processo geralmente é feito em tanques de aço.

No processo de produção desse vinho, as uvas são gentilmente “amassadas” com uma pá gigante (lembrando o efeito da pisada da uva, etapa da produção de antigamente) e entram em contato com a madeira desde a sua fermentação, o que faz TODA a diferença na suavidade, maciez, delicadeza e sabor do vinho!

Vinícola Lapostolle, Vale do Colchagua, Chile

Apesar de não ter nenhuma função específica, aquela estrutura externa em forma de ninho, para mim, tem um significado simbólico. Como dentro da construção fica a sala onde ocorre a fermentação da uva, nesse caso, em barris de carvalho, é como se ali estivessem sendo guardados o que há de mais valor na vinícola, assim como os ninhos abrigam os ovos dos pássaros, seu “bem mais precioso”.

Após, continuamos com a visitação às instalações da bodega, descendo até o local onde o vinho continua o seu processo de amadurecimento. A vinícola foi construída em formato vertical, em uma rocha de granito, que foi implodida e reaproveitada na estrutura. Isso faz com que eles utilizem a própria força da gravidade no processo de produção, minimizando os gastos com energia, e a climatização da bodega seja natural (em alguns lugares dá até para ver as paredes de pedra, que ficam expostas para manter a temperatura – mostro isso no vídeo mais abaixo), o que é uma dentre as várias iniciativas sustentáveis da vinícola.

Há uma linda escada em formato de espiral que conecta os andares e que, segundo a nossa guia, foi construída nesse formato como uma representação do movimento do vinho ao ser colocado em uma taça! Muito bacana! No meio dela, preso ao teto, há um pêndulo (estilo pêndulo de Focault, também mostro no vídeo), que retrata o movimento da terra e representa simbolicamente as características sustentáveis e naturais da vinícola, que é biodinâmica (não utiliza agrotóxicos).

Vinícola Lapostolle, Vale do Colchagua, Chile

◊ Obs.: Também há elevador no local, então mesmo que você tenha alguma restrição em relação às escadas, poderá visitar toda a vinícola tranquilamente!

Continuando a visita, entramos em um salão onde os vinhos ficam envelhecendo por mais um ano em barris de carvalho francês. O detalhe aqui é que, nessa etapa, o barril é utilizado apenas uma vez. Após esse período de um ano, o vinho é encaminhado para a fase final de produção e o barril é destinado a outro propósito, de modo que a próxima “leva” de vinho para envelhecer será colocada em um novo barril. Imaginem a qualidade e o sabor que esse vinho tem!

Vinícola Lapostolle, Vale do Colchagua, Chile

Nessa fase os vinhos ainda não são misturados, cada cepa envelhece de forma individual. A fase final da produção acontece em barris de aço, e é apenas nesse momento que o enólogo faz o blend das uvas que resultam no maravilhoso tinto Clos Apalta.

Vinícola Lapostolle, Vale do Colchagua, Chile

Seguimos para a parte final – e mais esperada – do tour, a degustação! Entramos em outra sala de guarda (como eles chamam o local onde ficam os barris com os vinhos envelhecendo) e… uau!!

Vinícola Lapostolle, Vale do Colchagua, Chile

No primeiro momento entramos com a sala escura, apenas com uma iluminação fantástica no teto que nos remetia a um céu estrelado… Que coisa mais linda! 😍 Realmente uma bodega surpreendente e muito luxuosa!

Nessa sala há um subsolo onde ficam guardados rótulos super exclusivos dos proprietários da vinícola. São mais de mil garrafas de vinhos renomados, alguns até únicos!

Vinícola Lapostolle, Vale do Colchagua, Chile

Nos assentamos em nossos lugares e iniciamos a degustação, que incluiu 3 rótulos: Grand Selection Sauvignon Blanc, Cuvée Alexandre Merlot e o afamado Clos Apalta.

Começamos pelo vinho branco, maravilhoso. O Grand Selection Sauvignon Blanc é um vinho suave, de acidez elegante, mas marcante no paladar. Tem frescor e aroma frutado, com notas de melão, pêra e toque floral. É delicado e muito saboroso! Ideal para acompanhar saladas, peixes e frutas.

O segundo que provamos foi o vinho tinto Cuvée Alexandre Merlot. Apesar de ele ser denominado Merlot, tem 5% de uva Syrah. É um vinho de corpo médio, bem macio e muito elegante. É levemente frutado, com aroma de frutas vermelhas, ervas e toque de baunilha (a uva Syrah acentua o caráter frutado). Delicioso! Daqueles que dá vontade de beber uma tacinha todos os dias! Harmoniza muito bem com uma boa massa.

Vinícola Lapostolle, Vale do Colchagua, Chile

Por último, o grand finale: o fabuloso vinho tinto Clos Apalta. Gente, que vinho sensacional! Ele é um blend das uvas Cabernet Sauvignon, Carmenère e Petit Verdot, e tem produção limitada. É encorpado, elegante, aveludado e equilibrado. É um vinho onde se percebe todo o cuidado, o carinho e o diferencial na produção! Harmoniza maravilhosamente bem com carnes vermelhas e pratos da alta gastronomia.

O Clos Apalta foi o vinho mais incrível que experimentamos no Chile e um dos melhores vinhos que já provamos na vida! Não é à toa que é um dos vinhos mais premiados da América do Sul!

Após a apreciação de toda a estrutura da bodega e degustação, o tour terminou. Achamos excelente, a guia explicava tudo com calma e respondia a todas  as perguntas. Pudemos degustar os vinhos tranquilamente e até provar um pouquinho mais!

Vinícola Lapostolle, Vale do Colchagua, Chile

Vinícola Lapostolle, Vale do Colchagua, Chile

Conhecer a vinícola foi maravilhoso, mas o nosso passeio não acabou por aí. Após o tour fomos almoçar no famoso restaurante da vinícola, e desde já eu aconselho: façam isso também!

Vinícola Lapostolle, Vale do Colchagua, Chile

Em todas as nossas pesquisas sobre as vinícolas e restaurantes do Vale do Colchagua, a Lapostolle sempre aparecia, e a opinião era unânime. Não tinha como visitarmos esse lugar e não conhecer também a sua gastronomia, que, cá para nós, é uma das melhores partes em uma viagem! 😁

Vinícola Lapostolle, Vale do Colchagua, Chile

O restaurante fica no mesmo lugar do “ninho”, ou seja, com uma vista deslumbrante para os vinhedos. Assim como tudo nessa vinícola, tem um ambiente sofisticado, com uma atmosfera charmosa e uma decoração de muito bom gosto.

Vinícola Lapostolle, Vale do Colchagua, Chile

Vinícola Lapostolle, Vale do Colchagua, Chile

< Já nos acompanha nas redes sociais? No Instagram siga @viagensemenus e no Facebook curta nossa página clicando aqui. Muitas dicas para você se inspirar para a próxima viagem! >

Vinícola Lapostolle, Vale do Colchagua, Chile

Vinícola Lapostolle, Vale do Colchagua, Chile

Ficamos na parte externa, em uma linda mesinha olhando para os parreirais. Acredito que no final da tarde seja maravilhoso também apreciar um bom vinho vendo o entardecer dali! Tão calmo, tão tranquilo, tão agradável!

Vinícola Lapostolle, Vale do Colchagua, Chile

< Vai para o Chile? Faça a reserva do seu hotel no Booking.com através desse link. Você terá toda a segurança e descontos que já conhece e não vai pagar nada a mais, mas nós receberemos uma pequena comissão do parceiro, o que nos ajudará a continuar explorando o mundo e escrevendo. Obrigada! >

Vinícola Lapostolle, Vale do Colchagua, Chile

Mas vamos ao que interessa, né? O almoço na Lapostolle é um pouco diferente. Você não escolhe o cardápio, todos os dias o chef desenvolve os pratos. Se você tiver alguma restrição, no ato da reserva você já informa. É um menu completo que engloba aperitivo, entrada, prato principal e sobremesa.

Todas as etapas do menu são harmonizadas. São duas opções, o Menú Cuvée Alexandre, harmonizado com vinhos dessa linha, que foi o nosso, e o Menú Clos Apalta.

Vinícola Lapostolle, Vale do Colchagua, Chile

De aperitivo tivemos um trio maravilhoso: empanada de queijo com manjericão, tartar de camarão, maçã e amêndoas e torrada com queijo e mamão, harmonizado com um Lapostolle Le Rosé 2016, suave e bem refrescante.

A entrada foi um ceviche à moda Clos Apalta, folhas frescas do pomar do restaurante e molho de ameixa, harmonizada com o Cuvée Alexandre Sauvignon Blanc 2016. Tudo delicioso!

Vinícola Lapostolle, Vale do Colchagua, Chile

De prato principal foi servido um badejo do Pacífico levemente grelhado com um molho à base de manteiga e laranja, com uma espécie de purê mais consistente de milho com manjericão e vegetais grelhados. Diferente, leve e muito saboroso! Esse prato foi harmonizado com o Cuvée Alexandre Syrah Apalta 2013.

Vinícola Lapostolle, Vale do Colchagua, Chile

A sobremesa foi um delicado e delicioso mousse de chocolate Valrhona (francês) acompanhado de um sorbet caseiro de framboesa com molho de sarsaparilla (uma planta, uma videira nativa da América Central). Foi harmonizada com o famoso licor da família Lapostolle produzido na França, o Grand Marnier Cordon Rouge. Absolutamente maravilhoso!

Vinícola Lapostolle, Vale do Colchagua, Chile

Após o almoço é servido café ou chá com biscoitinhos. Posso dizer? Foi incrível! Tudo estava extraordinário, a vista maravilhosa, o ambiente sofisticado embalado por jazz, o atendimento cortês e os pratos saborosos perfeitamente harmonizados com vinhos da mais altíssima qualidade. E o melhor de tudo foi que tivemos a chance de provar rótulos diferentes dos da degustação!

Vinícola Lapostolle, Vale do Colchagua, Chile

Vinícola Lapostolle, Vale do Colchagua, Chile

A vinícola também possui um hotel, o Clos Apalta Residence, membro do Relaix & Châteaux, com 4 quartos exclusivérrimos. Pertinho do restaurante fica a piscina e uma área lounge do hotel. Se você quiser fazer uma reserva nesse hotel pode clicar nesse link: Clos Apalta Residence. Não esquece de voltar aqui depois para contar para a gente como foi, hein? Ficamos morrendo de vontade de conhecer, quem sabe futuramente não aparece uma resenha dele por aqui!

Vinícola Lapostolle, Vale do Colchagua, Chile

Fizemos um vídeo para você poder ver um pouco mais essa vinícola e nossa visita! Aproveito para te convidar a se inscrever em nosso canal do Youtube, clicando aqui, é super rápido, sempre que sair um vídeo novo você vai ser um dos primeiros a saber! 😊 💜

Com certeza a Viña Lapostolle é uma das atrações imperdíveis para quem vai ao Chile e quer ter uma experiência de alta gastronomia e vinhos excepcionais. Como disse acima, ela é uma vinícola com uma estrutura diferente de tudo que já vimos. Uma vinícola de luxo, com consciência ambiental e responsabilidade sustentável. Uma vinícola que vai te surpreender do início ao fim da visita! E você também vai se apaixonar. 😉

Vinícola Lapostolle, Vale do Colchagua, Chile

◊ Obs.²: É necessário fazer agendamento para o tour e para o almoço.

Viña Lapostolle 
End.: Camino Apalta Km 4, Cunaco, Chile
Tel.: +56 (72) 295.3300
Aceita cartão de crédito, tem estacionamento no local
E-mail: closapaltatours@closapalta.com
Instagram: @lapostollewines
Facebook: www.facebook.com/LapostolleWines
www.lapostollewines.com

*O Viagens & Menus obteve cortesia do estabelecimento. No entanto, prezamos pela sinceridade e honestidade com nossos leitores, não sendo nossa opinião influenciada e havendo total controle editorial sobre todo o conteúdo publicado no blog.

>> Gostou desse post? <<

Se sim, gostaríamos de pedir a sua ajuda para continuar explorando o mundo e escrevendo! Ao fazer sua reserva através dos links abaixo, você não pagará nenhum valor a mais, mas nós receberemos uma pequena comissão dos parceiros. :) Desde já agradecemos, de coração!! ❤

Para reservar um hotel no Booking.com, clique aqui.
Para alugar um carro no Rentalcars.com (reúne várias locadoras), clique aqui.

Banner Seguro Viagem

 

Anúncios

Autor: Livia | Viagens & Menus

www.viagensemenus.com - aqui compartilhamos muitas dicas e relatamos nossas experiências ao redor do mundo. Um espaço para quem gosta de conhecer novos lugares e comer bem. Enjoy! :)

2 pensamentos

  1. Oi,
    Eu penso levar minha familia para Santiago essas próximas semanas – provavelmente em junho ou julho. Nesta epoca as vinícolas estarão fechadas ne ?
    Queria ir numa vinícola como temos na Franca e veja que fiquei surpresa de ver que esta é de franceses. Podemos ir com crianças de colo ?

    Curtir

    1. Oi, Alice! Não, as vinícolas estarão abertas nesse período, só alguns programas ao ar livre não são ofertados. No caso da Lapostolle, como todo o tour é feito internamente, não haverá problemas! Creio que não há nenhum problema levar criança de colo (não vi nada no site ou por lá que tratasse sobre isso), mas para ter certeza o ideal é enviar um e-mail para a vinícola. Beijo!

      Curtir

O que achou? Comente aqui! Clique em "seguir comentários" para ser notificado por e-mail sobre a resposta.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s