Tour Vale dos Vinhedos – um passeio imperdível na Serra Gaúcha

Oláa!

Em setembro/15 visitamos mais uma vez a serra gaúcha e fizemos novamente um tour privativo pelo Vale dos Vinhedos, com a agência VIP Serra Gaúcha. Além de vinícolas que já conhecíamos, visitamos algumas novas maravilhosas!

chandon 3

Nesse post aqui falamos sobre o primeiro tour privativo que fizemos pelo Vale dos Vinhedos, no Rio Grande do Sul, comentamos sobre as vinícolas que conhecemos e também sobre a agência que contratamos, a VIP Serra Gaúcha, a qual confiamos bastante e indicamos de olhos fechados! Tivemos uma oportunidade de ir para essa região que amamos novamente e repetimos esse passeio com a VIP, onde pudemos conhecer novas vinícolas e dar uma passadinha naquelas que já conhecíamos e adoramos!

Antes de alcançar a região do Vale dos Vinhedos, demos uma paradinha na loja Lyttu’s Tricot, uma loja super bacana de malhas de qualidade e diferenciadas, mas que também vende um pouquinho de tudo: casacos, botas, artigos de decoração e muito mais. É super moderna e tem uma pequena cafeteria, onde você ainda pode dar uma descansada após as compras e se esquentar com um bom cappuccino. Os preços não são baixos, mas a qualidade das coisas que vendem lá é muito boa, com muitos produtos exclusivos.

lyttus 2

Não sou de tirar foto de banheiro, mas oolhem que fofo esse da Lyttu's! :D
Não sou de tirar foto de banheiro, mas olhem que fofo esse da Lyttu’s! 😀

< Clique aqui e encontre seu hotel em Gramado, são muitas opções com desconto e segurança no Booking.com! >

Após uma breve parada na loja, seguimos nosso caminho. Vou listar para vocês as vinícolas que visitamos na sequência que fizemos:

→ Chandon

chandon 10

Começamos o tour na vinícola Chandon, sobre a qual já falamos aqui. Amamos os espumantes da Chandon e na visita você tem a oportunidade de saber um pouco mais sobre a produção, conhecer as instalações e todo o processo pelo qual o espumante passa até ser colocado na caixa.

chandon 9

E, claro, pode degustar todos os espumantes deles! A melhor parte, né?! 😀 Sem contar que comprando diretamente com eles o valor da garrafa é menor. Indicamos demais a visita!

chandon 2

♦ Obs.: Para visitar a Chandon é imprescindível marcar horário com antecedência, eles não atendem (nem poucas pessoas) se não tiver marcado. Então, assim que planejar a viagem, já peça para a sua agência marcar a visita.

< Já conhece nossa página no Facebook? Clique aqui e curta nossa página para saber de muitas novidades sobre viagens e gastronomia! >

→ Torcello

torcello 3

A segunda vinícola do dia foi, na realidade, uma grata surpresa. A vinícola Torcello, indicada por nosso guia Cristiano Ápio, foi definitivamente a melhor visita do dia!

Ela é a menor vinícola familiar do Vale dos Vinhedos e o seu proprietário, o sr. Rogério Carlos Valduga, neto do fundador da vinícola Casa Valduga, é apaixonado pelo que faz. Fomos recebidos por ele e nunca vimos alguém explicar todo o processo de produção, as diferenças entre cada uva e cada bebida e a forma correta de degustar e apreciar um vinho com tanto entusiasmo!

Ou seja, essa vinícola reúne a qualidade Valduga já bem conhecida, o cuidado de elaborar um vinho/espumante refinado e singular e carinho em cada garrafa.

torcello 4

E eu garanto a vocês: os vinhos e espumantes da vinícola Torcello estão entre os nossos prediletos. O moscatel, então, é o melhor que já tomamos até hoje! O suco de uva é sensacional, sem adição de açúcar, mas docinho no ponto certo. Eu que não sou muito fã de suco de uva amei! Super recomendamos que incluam essa vinícola no roteiro, a produção chega a ser quase artesanal, o que dá um toque exclusivo e muito mais saboroso! Quem quiser conhecer mais: http://www.torcello.com.br/

Imaginem como esse parreiral (no quintal da vinícola) deve ficar lindo entre janeiro e março, época da colheita!
Imaginem como esse parreiral (no quintal da vinícola) deve ficar lindo entre janeiro e março, época da colheita!

→ Barcarola

barcarola 3

Outra recomendada por nosso guia é também uma vinícola familiar. Encontra-se junto aos vinhedos, na antiga casa da família Petrolli, que é de Cimone, província de Trento, no norte da Itália. Toda a produção, que é limitada e controlada, é feita ali. A proximidade do vinhedo ao local de produção também faz com que não haja oxidação da uva, resultando em vinhos finos de muita qualidade. Como a produção é pequena, são vinhos mais exclusivos que os das vinícolas mais famosas, que produzem em grande escala (adoramos cantinhos assim).

Entrada da vinícola.
Entrada da vinícola.
Área da degustação.
Área da degustação.

Uma coisa muito interessante nessa vinícola é que eles possuem uma plantação e fabricam vinhos da uva Teroldego, uma uva tinta do norte da Itália que se adaptou super bem ao clima do RS, sendo uma das poucas vinícolas com vinhos dessa uva no Brasil! Para mais informações sobre essa vinícola, acesse http://www.barcarola.com.br/.

barcarola 6

◊ Curiosidade: No séc. XIX a emigração foi muito forte na Itália, muitos vieram para o Brasil em busca de oportunidades. Em 1885, na Itália, mais especificamente em Cimone, familiares e amigos de pessoas que tinham vindo para o Brasil criaram a Barcarola, um carro em forma de barco para homenagear as pessoas que haviam partido. Eles percorriam a região como se estivessem atravessando o oceano, cantando canções como se estivessem vindo para o Brasil encontrar os seus entes queridos. A Barcarola acabou se tornando uma festa típica da região de Trento, acontecendo todos os anos, sendo uma das festas mais importantes do local até hoje! O nome da vinícola é uma homenagem à imigração, pois foi uma “barca” que trouxe os imigrantes, a tradição, o conhecimento e as primeiras mudas. Legal, né?!

barcarola 2

< Fazemos Roteiros Personalizados! Envie um e-mail para contato@viagensemenus.com e faça um orçamento sem compromisso. Sua viagem a sua cara, do jeitinho que você sonhou! >

→ Casa Valduga

valduga 7

A Casa Valduga dispensa comentários! Vinícola super tradicional, com ótimos vinhos e espumantes.

Os valores são um pouco salgados, mas vale a pena passar no local e até levar umas garrafas, já que saem mais em conta comprando na lojinha própria do que em outros estabelecimentos.

valduga 4

valduga 2
Sábio Valduga!
valduga 8
Entrada da loja.

valduga 9

Além da lojinha, o local possui um restaurante e um hotel. Passamos bem rápido, não para fazer o tour com degustação, apenas para comprar algumas garrafas. Mas, se tivermos oportunidade, queremos voltar com calma para fazer o tour, pois pareceu ser ótimo!

Vista de uma varanda que fica dentro da loja. Que delícia deve ser tomar uma taça de vinho aqui ao entardecer!
Vista de uma varanda que fica dentro da loja. Que delícia deve ser tomar uma taça de vinho aqui ao entardecer!

→ Cave de Pedra

cave de pedra 5

Outra queridinha nossa! Fechamos o dia nessa vinícola que conhecemos na viagem anterior (falamos sobre ela aqui), e para nós continua sendo a mais bonita de todas, com vinhos e espumantes maravilhosos também.

Salão de degustação. Tinha acabado de ter uma quando chegamos.
Salão de degustação. Tinha acabado de ter uma quando chegamos.

Para quem não gosta de vinhos muuuito secos recomendamos o Adaga Sangiovese e o Adaga Cabernet Sauvignon, dois que adoramos, além do Piedra D’Oro Cabernet Sauvignon, que é ótimo também. De qualquer forma, você pode degustar os vinhos e decidir o melhor para o seu paladar.

Vista da torre mais alta da vinícola.
Vista da torre mais alta da vinícola.

Com sua estrutura parecendo um castelo em um local super lindo e agradável, essa vinícola, como eu disse no outro post que fiz, é um must-go se você vai para o Vale dos Vinhedos. Imperdível!!

cave de pedra 4

Esse foi o novo tour que fizemos com a VIP Serra Gaúcha. A seleção de vinícolas, em nossa opinião, foi espetacular. Iniciamos por volta das 8h30/9h e chegamos ao hotel por volta das 19h. Foi um dia maravilhoso e bem produtivo, conseguimos ir para todas as vinícolas que tínhamos planejado!

Devo ressaltar a pontualidade, qualidade e organização da VIP Serra Gaúcha, que sempre nos orienta sobre a melhor forma de fazer os passeios e sai tudo perfeito! Um agradecimento especial também ao Cristiano Ápio, nosso guia que sempre é muito agradável e preocupado em fazer da viagem a melhor possível. Quem quiser fazer um orçamento, basta enviar um e-mail para reservas@vipserragaucha.com.br ou entrar em contato através dos números (54) 8111 2352 (TIM) / (54) 9931 2925 (Vivo, também Whatsapp e Viber).

Abaixo um vídeo mostrando as vinícolas e alguns momentos da viagem, espero que vocês tenham gostado do post e qualquer dúvida é só deixar nos comentários!

Beijos!

*O Viagens & Menus fez o passeio a convite da agência VIP Serra Gaúcha. No entanto, prezamos pela sinceridade e honestidade com nossos leitores, não sendo nossa opinião influenciada e havendo total controle editorial sobre todo o conteúdo publicado no blog.

***Também estamos no Instagram (@viagensemenus) e no Snapchat (viagensemenus). Acompanhem nossas redes para ficar por dentro de várias dicas e novidades!

> Gostou desse post? <

Se sim, gostaríamos de pedir a sua ajuda para continuar explorando o mundo e escrevendo! Ao fazer sua reserva através dos links abaixo, você não pagará nenhum valor a mais, mas nós receberemos uma pequena comissão dos parceiros. 🙂 Desde já agradecemos de coração!!

Para reservar um hotel no Booking.com (várias opções, muitos descontos), clique aqui.
Para alugar um carro no Rentalcars.com (reúne várias locadoras), clique aqui.

Banner Seguro Viagem

Anúncios

Autor: Livia | Viagens & Menus

www.viagensemenus.com - aqui compartilhamos muitas dicas e relatamos nossas experiências ao redor do mundo. Um espaço para quem gosta de conhecer novos lugares e comer bem. Enjoy! :)

11 thoughts

  1. Vou à serra gaucho em julho e pretendo fazer inúmeros passeios, mas aindao não sei se vale mais ir por conta própria ou agência. Gostaria de saber qual foi o valor deste passeio e o que não posso deixar de perder. Obrigada!

    Gostar

    1. Fui de carro, saindo de SP (capital) para as Serras Gaúchas, agora em abril/2017; viagem tranquilíssima, rodovias duplicadas; não perca o café da tarde na Casa das Cucas, Caminhos de Pedra (Bento Gonçalves), fica quase em frente à Casa do Matte. Paisagens lindas. Estude a possibilidade de alugar um carro, pois as agências tem parcerias com restaurantes, etc, e só param onde estão autorizados pela empresa. Eu, por exemplo, parei em todos os lugares, Florianópolis, São Francisco de Paula, Gramado, Canela, Nova Petrópolis, Picada Café, Bento Gonçalves, Carlos Barbosa, Garibaldi. Já sinto vontade de voltar. A quem possa interessar, foram 28 pedágios (ida e volta), perfazendo um total de R$ 90,80; Gasolina: R$ 905,00. Em Gramado ficamos na Pousada Betânia (excelente). Estou à disposição.

      Gostar

  2. Oi, gostaria de saber qto tempo levou para conhecer 5 viniculas? Outra dúvida, se eu for de carro não preciso contrar empresa neh…posso fazer o tour pelo vale sozinha?!?

    Gostar

    1. Oi Jamile, obrigada pela visita! Separe um dia inteiro para o passeio no Vale dos Vinhedos, pois as vinícolas ficam nas cidadezinhas próximas à Gramado, mas não são muito perto uma da outra. Com um gps você encontra fácil cada lugar, mas só aconselho ir sem guia se a pessoa que for dirigindo não for beber, pois é perigoso. Abraço e boa viagem!

      Gostar

  3. Olá, irei em julho para a serra gaúcha. Gostaria de fazer esse tour, já mandei e-mail para a VIP e queria saber uma coisa de vocês: Todas essas vinícolas, é possível experimentar tudo de graça? Incluindo a Chandon? 😱

    Gostar

    1. Oi Romario, obrigada pela visita! É sim, a degustação é gratuita na maior parte das vinícolas (inclusive a Chandon), algumas podem te cobrar apenas o tour (onde mostram os parrerais, como é feita a fabricação dos vinhos, etc.), mas são valores em torno de R$ 15 (pelo menos até setembro/2015) e se você comprar algo na vinícola, o produto é abatido desse valor. Todas as vinícolas que citei no passeio, exceto a Cave de Pedra, não cobram pelo tour (a Cave de Pedra cobra, mas não para degustar os vinhos). Boa viagem!

      Gostar

  4. Olá! Estamos amando o seu post !!!
    Iremos dia 31/3 e gostaríamos de saber se temos que agendar em todas essas viniculas e o valor médio p visitação !
    Obrigada

    Gostar

    1. Oi Ludmila, obrigada pela visita! A única que precisa agendar, dessas que mencionei, é a Chandon. Não se paga para visitar, algumas cobram em média 10 a 15 reais para fazer o tour com degustação (preços da época que fui), valor que é abatido nas compras, caso você decida levar algum vinho. Mas não se preocupe, caso esteja em alguma vinícola e queira apenas provar o vinho não vão lhe cobrar por isso. Beijos e boa viagem!

      Gostar

  5. Olá, estou planejando viajar no final de setembro, suas dicas estão ajudando muito. Por falar nisso, andei lendo quanto a temperatura e vi q vcs ja foram em setembro. O que esperar ? Será que fará calor, mais de 25c ? Ou será q podermos sair de bermuda e shortsde dia, tranquilamentes? Outra duvida é quanto o passeio nas viniculas, quanto é cobrado de entrada em cada vinicula q vcs foram ? Acredito q o tour privativo seja a melhor opção, mas de maria fumaça, esta irâ parando ou, passa de tempos em tempos proximo a cada vinícula ? Muito obrigado.

    Gostar

    1. Oi Thalles, obrigada pela visita!
      Fomos em Setembro do ano passado, durante o dia a temperatura era entre 20 e 24 graus e à noite esfriava mais. Aconselho levar roupas leves e um casaco mais quentinho para caso a temperatura baixe, mas creio que não dá para ficar de bermuda. De qualquer forma, uma semana antes de viajar dê uma olhada no site climatempo.com.br para saber a previsão (ano passado foi atípico, não era para estar tão frio como esteve, o tempo está realmente meio louco no mundo inteiro).

      Não há cobranças para visitar as vinícolas, algumas há apenas uma pequena taxa se você quiser fazer o tour de degustação, mas o valor é abatido se você comprar alguma coisa (se eu não me engano a Cave de Pedra cobrava 15 reais para fazer o tour explicativo com degustação). Mas não se preocupe, pelo menos nas vinícolas que citei, você poderá degustar os vinhos e conhecê-las sem pagar nada.

      A Maria Fumaça é um passeio de trem que sai de Garibaldi para Carlos Barbosa (ou o contrário), não há paradas. O que acontece é que muitas agências de turismo vendem esse passeio em um pacote, o Tour da Uva e do Vinho, então você faz visita às vinícolas em um ônibus da empresa de turismo, depois vai para a Maria Fumaça e depois continua o passeio de acordo com a programação. As vinícolas que você vai visitar dependem da agência que escolher, pois cada uma faz sua programação. Espero ter ajudado, boa viagem!

      Gostar

O que achou? Comente aqui! Clique em "seguir comentários" para ser notificado por e-mail sobre a resposta.

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s