Bangkok – saiba como é se hospedar no elegante e moderno The Okura Prestige

Bangkok, capital da Tailândia, é famosa por seus inúmeros arranha-céus ultra modernos, sua rica história e cultura ilustradas por centenas de templos, mercados na terra e na água (sim! Os imperdíveis mercados flutuantes), por sua comida exótica, pelos divertidos tuk-tuks no trânsito caótico e por seu povo simpático e super religioso. Em uma cidade assim, cheia de contrastes, saber onde se hospedar e em qual hotel ficar é extremamente importante, pois a localização e o que o hotel oferece podem tornar sua viagem ainda melhor – ou um tanto quanto complicada.

Conhecemos dois hotéis em Bangkok, um no começo e outro no final da viagem, mas um definitivamente ganhou nosso coração: The Okura Prestige, um hotel de luxo de uma rede japonesa. Gente, se é japonês, pode esperar por pelo menos 3 coisas: tecnologia, conforto e instalações impecáveis. E foi exatamente isso (e outras coisitas mais) que encontramos por lá!

Escolher um hotel em Bangkok não é uma tarefa fácil. Confesso que para nós foi dificílimo! As opções são inúmeras e os padrões dos hotéis tailandeses são altíssimos, com a vantagem de um preço bem acessível. Oh, yeees, na Tailândia você tem a oportunidade de se hospedar em um hotel 5 estrelas pagando o preço de um hotel de 3 ou 4 do Brasil. É muito surreal como lá é um país (ainda) barato!

A primeira coisa que nos chamou atenção no hotel foi sua piscina. Eu estava a louca-das-piscinas-de-borda-infinita-olhando-pros-prédios e saía procurando as fotos das piscinas de todos os hotéis que olhava. Vi uma foto da piscina do The Okura e pronto – eu tinha que me hospedar nesse hotel! #lascouamor 😆

Passeando pelo site do hotel, descobri que o The Okura Prestige tem uma localização maravilhosa, bem no coração da agitada Bangkok, próximo ao “pulmão da cidade” (Parque Lumphini) e bem perto de um BTS (metrô de superfície maravida). Chegando lá, vi que realmente possui uma ótima localização, perto de farmácia, lojas e restaurantes, em um bairro moderno e seguro, o Lumphini. Em uma caminhada mais disposta, coisa de 8 quarteirões, você chega ao mais luxuoso complexo de shoppings de Bangkok (com o belíssimo Siam Paragon).

Vista da piscina.

O The Okura Prestige é um hotel 5 estrelas, integrante do The Leading Hotels of the World. Ele já começa a surpreender na entrada – seu lobby, o lugar onde se faz o check-in, fica no 24o andar. Ao chegar no edifício, há funcionários para carregar suas malas e um deles te leva até lá. O espaço é simplesmente belíssimo. Um misto de moderno, com elegante, com clean. Pé direito alto, iluminação e decoração sóbrias, mas sofisticadas. Impressiona!

Após os trâmites do check-in fomos levados ao nosso quarto, categoria Deluxe, acompanhados por uma pessoa da equipe que iria explicar tudo direitinho (mal sabia a gente que realmente precisaríamos de algumas explicações, hahaha). Quando entramos no quarto, a primeira coisa que eu pensei foi: ainda bem que eu escolhi me hospedar aqui! 😍

Que quarto incrível! Enorme, com direito a cama king size, um sofá, mesinha e banheiro com banheira. E isso foi só o que vimos em uma primeira olhada, quando a recepcionista começou a nos mostrar todo o quarto, aí é que os gato pirô. Era demais!

Começando pelo quarto em si, a cama king size tinha 4 travesseiros (já falei em outras resenhas o quanto isso é importante para nós 💙 ) de plumas de ganso e lençóis extremamente macios, de algodão egípcio. Pergunta se dava vontade de acordar?

Em cima da cama tinha a cereja do bolo da cama (porque tiveram várias outras cerejas nesse quarto): kimonos! Além do roupão de banho, que o hotel também oferece, eles disponibilizam para os hóspedes kimonos suuuper macios, daqueles de faixinha e tudo. Quem se interessar também pode comprar, fiquei bem tentada, rs.

Todos os quartos do hotel possuem TV LED 42 polegadas interativa (com filmes e canais pagos), ar-condicionado, máquina de chá e café, um aparelho que carrega com USB e conecta o iPhone, um painel ao lado da cama no qual você controla a temperatura do ar, as luzes, chama o serviço de quarto e vê até o horário no resto do mundo, frigobar com minibar, guarda-roupa, cofre, sofá e mesa. O hotel também oferece garrafinhas de água para beber e escovar os dentes*, que eram repostas todos os dias.

*Na Tailândia essa é uma prática comum de diversos hotéis, pois, dependendo da cidade (acontece mais nas ilhas), a água da torneira pode estar contaminada e causar infecção intestinal. Lógico que em um hotel do nível do The Okura não ficamos preocupados com isso, mas é bacana observar o cuidado que alguns hotéis têm com seus hóspedes.

Olhando mais um pouco o quarto, uma outra cereja ao lado da cama: pantufas! Minha gente, pantufa é vida. Só tinha uma coisa melhor que chegar com os pés moídos de tanto andar, tomar um banho e botar a pantufa bem fofinha: botar a pantufa e o kimono sensamara juntos, hahaha. Muito conforto mesmo!

O banheiro era bem espaçoso, com um kit de amenities incrível, tinha absolutamente tudo, até escova de dente e pasta. Shampoo, condicionador, sabonete líquido (obrigada) e loção hidratante da marca de luxo Aromatherapy Associates, de Londres, secador de cabelo potente, lencinhos e até óleo corporal.

O banheiro de banho era separado do banheiro toalete. O de banho, todo no mármore, tinha um chuveiro ótimo e uma banheira maravilhosa, que, por sinal, estava cheia e com pétalas de rosa quando chegamos (❤❤❤). Junto à banheira tinha uma janelona de vidro com uma vista linda da cidade.

O banheiro de toalete possuía uma pia e um painel de controle na parede. Oh, yes, people. Quando eu disse que o hotel tinha tecnologia, não estava só falando de controlar a intensidade da luz do quarto por um painel ao lado da cama não.

Esse painelzinho tinha inúmeras funções: duchinha para a parte da frente, duchinha para a parte de trás, ventinho quente para secar e opção de duchinha oscilante (frente e trás). Ainda por cima, o vaso tinha um sistema de aquecimento para mantê-lo quentinho e confortável o tempo todo, não importando a hora do dia ou o clima da cidade. Olha, só faltava uma revista, viu? 😅

Apenas para completar toda a tecnologia e conforto do quarto, ele possuía cortinas black-out do estilo “aperta um botão ela desce e aperta o botão ela sobe”. Isso foi essencial para a qualidade do sono, já que o quarto era quase todo rodeado por janelas de vidro! Queria vista linda? Aperta o botãozinho que a cortina sobe. Hora de dormir – aperta o botão e pronto. Uma deliciosa e escura noite de sono.

E sabe aquele painel ao lado da cama? Dava para controlar a cortina de lá também!

Dá até gosto de trabalhar assim!

Outro ponto muito importante: não só no quarto, mas em todos os ambientes do hotel a internet wifi era rápida e com um ótimo sinal.

Vista do nosso quarto. ❤

Tudo estava impecavelmente limpo, o que observamos também em todas as áreas do hotel, e o serviço de quarto ia duas vezes ao dia, pela manhã, para a arrumação geral, e à noite, para arrumar o quarto para dormir. O nosso quarto era realmente incrível e grande (uns 45m²), e olha que era o da categoria mais simples. Conhecemos os quartos de duas outras categorias, a Club e a Suite, ambos maiores e com privilégios do The Okura Club Lounge.

< Já nos acompanha nas redes sociais? Clique aqui para curtir nossa página no Facebook e no Instagram adicione @viagensemenus, todos os dias novidades sobre viagens e gastronomia! >

O The Okura Club Lounge é um clube para associados ou hóspedes que pagam um pouquinho a mais na hospedagem, que dá acesso a um espaço exclusivo, com lanches e bebidas selecionadas à vontade, e uma série de outras vantagens, como: lavanderia gratuita (2 peças por dia), ligações locais ilimitadas (exceto para celular), serviço de concierge personalizado, entre outros. Conhecemos o espaço Club Level, onde se pode realizar encontros, reuniões e onde também acontece um chá da tarde para os hóspedes do clube e é um ambiente bem agradável, com um mordomo exclusivo e muito conforto.

< Quer personalizar sua viagem? Faça um roteiro conosco! Envie um e-mail para contato@viagensemenus.com e peça um orçamento sem compromisso. Sua viagem a sua cara, do jeitinho que você sonhou! >

Para o café da manhã, o The Okura oferece duas opções: um café mais tradicional, com opções ocidentais e orientais, e um no estilo japonês, bem típico. O café tradicional acontece no Up & Above e tem inúmeras, várias, uma infinidade de opções.

A variedade vai desde croissants amanteigados sequinhos deliciosos até trouxinhas de verduras chinesas. Inúmeras opções de pães, frutas, cereais, iogurte, comida tailandesa (acostume-se a ver o pad thai, típico macarrão japonês, e o fried rice, arroz chinês muito consumido na Tailândia, nos cafés da manhã de lá), ovos e crepes feitos na hora e muitas opções para os chineses também, grande público do país.

Ah, e o mais importante: queijo. Muito queijo. Quem for para lá vai ver que esse é um item raro no país e, para nós, ratos assumidos, é um dos componentes principais do café. Quanto mais variedade de queijo eu via, mais o meu amor pelo Okura aumentava. 💛

No Up & Above também há almoço (buffet e a la carte) e jantar, além de um brunch aos domingos (segundo eles, o melhor de Bangkok, pena não termos comprovado). Lá também funciona um bar com um terraço super bacana, no 24o andar.

Comfy lounge.
Terraço Up & Above. Foto: hotel.

Também conhecemos o Yamazato, restaurante puramente japonês do hotel, aberto para o café, almoço e jantar. No almoço e jantar há um espaço para o Teppan, com mesas com chapas no meio onde o cozinheiro prepara as coisas na sua frente, muito legal! Infelizmente não tivemos oportunidade de almoçar ou jantar nele, mas o café já foi uma experiência deliciosa.

Como eu disse, o café servido é o tipicamente japonês, que é bem diferente do nosso. Começando que ele não é estilo buffet, e sim a la carte. No cardápio, arroz, salmão grelhado, sopa, entre outros. Gente, parecia um almoço! E vou dizer: um dos melhores café-almoço que já comemos! Que salmão era aquele??

Além da comida diferente, o ambiente é muito bacana e a vista é incrível. Definitivamente um must-go ao se hospedar por lá! E, se tiver oportunidade, almoce ou jante também, pois deve ser fantástico.

Além desses, o hotel possui outro restaurante: Elements. Super luxuoso, esse restaurante só abre para o jantar, de terça a sábado, e oferece uma culinária francesa com influências japonesas. A comida é preparada em uma mini cozinha aberta no meio do restaurante, com opções de mesas na parte interna e externa, ao ar livre, com uma vista incrível para a cidade. Deve ser o máximo jantar aí!

Se você procura apenas um lanche rápido, o hotel também dispõe de uma pâtisserie, a La Pâtisserie Okura, aberta o dia inteiro, com pães caseiros, baguetes, bolos, macarons e mais.

Para queimar todas as calorias do café – acredite, você vai querer tomar duas vezes, o hotel possui uma academia completa, enorme e muito bem equipada. Muitas esteiras e bicicletas, diversos aparelhos e pesos. À disposição dos hóspedes também tinha chá, água e frutas.

Deu até vontade de ser fitness… mas passou rapidamente, claro.

O hotel também possui um spa, para relaxamento e alguns tratamentos estéticos. Não tivemos a oportunidade de experimentar, mas o ambiente é maravilhoso, tanto o individual como o para casais.

Agora, a cereja que me chamou atenção para conhecer o hotel: a piscina. Situada no 25o andar e com borda infinita, essa piscina é um escândalo.

 

Ela foge do comum, começando pela cor. Não participa da cartela pantone azul que vemos comumente, ela segue o padrão do hotel, acinzentada. Sóbria. Glamurosa. A água tem a temperatura controlada, cerca de 27o graus. A sua borda infinita dá para os grandes arranha-céus da cidade, um cenário dramático e instigante. Ela não fica “dentro do hotel”, mas projetada para fora dele, numa espécie de cantiléver, uma estrutura semi-oval sustentada apenas em um dos lados. Talvez seja por isso que ela me deixou tão fascinada.

Unindo todos esses pontos, passar um tempo na piscina do The Okura é, além de um must-do, uma experiência relaxante, empolgante e adrenalítica. Tudo ao mesmo tempo. Inesquecível!

À noite ela também dá um show! Fica aberta até 22h.

Preciso dizer também que o atendimento do hotel é simplesmente perfeito, compatível com sua estrutura fantástica. Todos os funcionários solícitos, educados e atenciosos. Atenção tamanha que logo no primeiro dia nos arrebatou: estávamos nessa viagem comemorando aniversário de casamento, e eles, sabendo disso, gentilmente deixaram uma torta com um cartãozinho fofo para nós, além de alguns presentinhos, um lenço para mim e uma caneta para o amado. Em nosso quarto também tinham macarons e frutas em nossa chegada. Como não se apaixonar por um hotel assim? 💜

Foto é bom, mas a gente acha que vídeo é ainda melhor! E por isso fizemos um vídeo curtinho, mas super completo das instalações do hotel. Dá uma olhadinha!!

Aproveito para te convidar a se inscrever em nosso canal, clicando aqui. É bem importante para nós, é super rápido e sempre que sair um novo vídeo você vai ser um dos primeiros a saber! 😊

< Clique aqui e reserve sua hospedagem no The Okura Prestige com desconto e segurança no Booking.com! >

O The Okura Prestige faz jus a todas as estrelas que tem. Sua estrutura, os serviços, a comida, o atendimento, tudo, simplesmente tudo, é impecável. Não preciso nem dizer que nós mais que recomendamos para uma hospedagem em Bangkok, não é mesmo? Espetacular!

The Okura Prestige Bangkok
End.: Park Ventures Ecoplex, 57 Wireless Road,
Lumpini, Pathumwan
Tel.: +66 (0) 2687 9000 | Fax: +66 (0) 2687 9001
E-mail: info@okurabangkok.com
Facebook: www.facebook.com/TheOkuraPrestigeBangkok
Instagram: @okura_prestige_bkk

www.okurabangkok.com

*O Viagens & Menus obteve incentivo do hotel. No entanto, prezamos pela sinceridade e honestidade com nossos leitores, não sendo nossa opinião influenciada e havendo total controle editorial sobre todo o conteúdo publicado no blog.

>> Gostou desse post? <<

Se sim, gostaríamos de pedir a sua ajuda para continuar explorando o mundo e escrevendo! Ao fazer sua reserva através dos links abaixo, você não pagará nenhum valor a mais, mas nós receberemos uma pequena comissão dos parceiros. :) Desde já agradecemos, de coração!! ❤

Para reservar um hotel no Booking.com (várias opções, muitos descontos), clique aqui.
Para alugar um carro no Rentalcars.com (reúne várias locadoras), clique aqui.

Anúncios

Autor: Livia | Viagens & Menus

www.viagensemenus.com - aqui compartilhamos muitas dicas e relatamos nossas experiências ao redor do mundo. Um espaço para quem gosta de conhecer novos lugares e comer bem. Enjoy! :)

17 thoughts

  1. Eu ia viajar só no hotel por que nao ia sair de lá… as pessoas iam me perguntar e ai como era a Tailândia eu ia responder o hotel era ótimo fim… kkkkk muito bom o relato de vocês, faltou mencionar o preço foi o que fiquei mais curioso, por que você disse que era barato, mas não barato quanto.

    Gostar

  2. Nossa esse hotel é top, faz jus a tanta fama e vocês descreveram cada detalhe que me fez sentir a sensação de como é essa experiência. Gostei!

    Gostar

  3. Nooooossa, amei essa dica de hospedagem. QUe hotel mara!
    Co esse quarto não dá vontade mesmod e sair hahahaha.
    E com direito a kimono, que demais.

    Parabéns pela escolha e por esse post top.

    Fiquei babando também no restaurante e nessa piscina de orda infinita.

    Beijokas

    Gostar

  4. Caracaaaa! Que hotel maravilhoso! Fico imaginando o preço disso aqui no Brasil. No mínimo uma fortuna! haha… e o quarto é enorme! Realmente, como uma cama daqueles e um conforto daqueles não dá nem vontade de acordar!

    Gostar

  5. Que vista, que hotel, que quarto, que piscina… rs. Fico sempre impressionada em como esses cafés da manhã pela Tailândia são fartos e bem servidos. Em Bangkok, eu fiquei hospedada no Lebua e devo dizer que o café da manhã foi tão completo quanto esse seu. Lindas fotos!

    Gostar

  6. Que hotel incrível! Realmente a piscina é surpreendente, mas o quarto e o terraço também são impressionantes, assim como toda a estrutura deste lugar! Obrigado por compartilhar esta excelente dica de hospedagem.

    Gostar

  7. Uauuuu, que arraso de post! Super completo, dicas mega preciosas para quem está indo se aventurar do outro lado do mundo! Quando fui pra Bkk, pegamos um apartamento pelo Airbnb… foi bem bacana também, mas nada se compara a esse luxo todo!

    Gostar

  8. Já amei o post logo de cara pelo hotel japonês. Realmente parece ter sido uma experiência incrível!
    Quando vou escolher hotel meu lema é “location location location”. Também acho essencial pra viagem!
    Sou a maluca dos travesseiros e pirei no quarto. Puro luxo esse hotel hein?!
    Ficou show demais a matéria! Parabéns!

    Gostar

  9. Te entendo perfeitamente quando diz “a-louca-das-piscinas-de-borda-infinita” hahaha! Sou dessas. Definitivamente eu amei essa dica! Que hotel mais lindo. O quarto parece ser grande e super confortável. A banheira no banheiro é a cereja do bolo. rs

    Gostar

  10. Imagino que escolher um Hotel em Bangkok realmente não deve ser algo simples…
    Não imaginava que os Hotéis lá eram tão mais em conta assim. Isso é muito bom!

    Mas falando desse hotel, nunca vi fazer check-in no 24º andar rs

    Amei o hotel, pelas fotos e vídeo da pra ver que ele é realmente diferenciado e a principal cereja é essa piscina no 25º andar que eu também me apaixonei a primeira vista!

    Post super completo, adorei!

    Gostar

  11. Bangkok ou a metropole onde um hotel de luxo custa o valor dum bom restaurante numa capital estrangeira. Adorei a cidade e a hospedagem num hotel desses com piscina infinita. A Tailândia é realmente um sonho !

    Gostar

O que achou? Comente aqui! Clique em "seguir comentários" para ser notificado por e-mail sobre a resposta.

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s