Muchos Buenos Aires! Parte III – Roteiro Centro

Oiii!! Continuando a série sobre Buenos Aires, vou mostrar para vocês uma parte do roteiro que eu fiz para nossa viagem. Quando eu viajo, costumo fazer roteiros por dia (e até turnos), sempre vendo a localização dos pontos turísticos ou restaurantes que quero visitar para ver o quê fica perto de quê. Sempre gosto de pesquisar também a parte gastronômica das cidades, então consigo fazer algo bem personalizado e fugindo das rotas turísticas!!
Claro que existem alguns lugares que você precisa ir, pois têm algo único, diferente, ou bem afamado, mesmo que seja um local voltado para turistas. Mas tenho notado que, na maioria das vezes, lugares indicados por pessoas da região (ou turistas que descobriram por acaso) são, além de mais baratos, muito mais gostosos!

E sim, eu sou maníaca e traço a rota toda no Google Maps, hahaha! Com as minhas pesquisas acabo me aprofundando na cultura e na região do local que vou, vendo ruas e estabelecimentos pelo Google Earth e Street View, lendo muuuitos blogs e comentários. Antes de viajar já me sinto no lugar, e quando chego lá parece que já fui outras vezes, super familiarizada com tudo! É uma sensação bem boa, acho que uma viagem já deve começar nos preparativos.

Então, depois dessa breve introdução sobre como faço meus roteiros, vou mostrar uma rota que fiz para um dos bairros mais cheios de pontos turísticos e famosos de BsAs: o Centro!

♦ Obs.: Escolhemos um hotel no Retiro, bairro entre o Centro e a Recoleta, então essa parte fizemos toda à pé. A escolha do hotel foi bem pensada, pois como era nossa primeira viagem à BsAs, queríamos dar ênfase aos pontos turísticos fortes e à história da cidade. O hotel fica muito bem localizado, pertinho do metrô, farmácias, restaurantes, a um pulo da calle Florida e das Galerías Pacífico, super fácil de chegar à Recoleta também. Falei mais desse hotel aqui.

9h – Sair do hotel pegando a direita, seguindo na calle Marcelo T. de Avear, até a calle Carlos Pellegrini, virando à esquerda. Quando chegar à altura da calle Viamonte, dobrar à direita, atravessando toda a Avenida 9 de Julio (principal artéria viária da cidade e a mais larga avenida da América do Sul) até chegar ao Teatro Colón, a principal casa de ópera em Buenos Aires. Acusticamente, é considerado um dos cinco melhores teatros do mundo e é considerado também, pelos críticos, como o melhor teatro lírico do mundo.

Fonte: Google
Fonte: Google

Voltar para a avenida e seguir reto. Mais à frente vamos ver o Obelisco, na Plaza de la Republica. O Obelisco é um monumento histórico e um dos cartões postais mais famosos de BsAs, construído em comemoração ao quarto centenário da fundação da cidade.

obelisco
Av. 9 de Julio + Obelisco (reparem nos prédios antigos com propagandas modernas, como a bola da Pepsi no canto esquerdo)

Continuar pela Av. 9 de Julio até a Av. de Mayo, a Champs Élysées de Buenos Aires. Dobrando à direita vamos para a Cúpula do Congreso Nacional, chegando até a Plaza del Congreso. Após parada para fotos, volta-se pela mesma avenida, indo agora para a esquerda e, após a calle Tacuarí chegamos ao Café Tortoni, o mais emblemático, tradicional e lindo café portenho, tipo a Confeitaria Colombo do Rio.

cafe tortoni

Seguir na Av. de Mayo até chegar à Casa Rosada, sede da presidência da República Argentina, chegando também à Plaza de Mayo, principal praça do centro da cidade. Ao sair, de costas para a Casa Rosada, pegar a rua da diagonal direita, a Av Pres. Roque Sáenz Pena, virando na primeira à direita, a calle Florida, famosa rua de compras.

Plaza de Mayo. O prédio branco é o Cabildo de Buenos Aires, prédio histórico que durante a época colonial foi sede do cabildo encarregado de representar a cidade frente à metrópole, com várias funções jurídicas e administrativas, além de servir de prisão. Ao lado torre com cúpula verde está o Palacio Legislativo.

♦ Obs¹.: Notem algumas faixas e placas de protesto à esquerda. Quando chegamos tinha acontecido há poucos dias um panelaço (nome que dão lá a manifestações populares), já estava no meio da crise econômica de lá.

Casa Rosada

Seguir na calle Florida até a Av. Córdoba, dobrando à direita, chegando até as Galerías Pacífico, um dos shoppings mais bonitos de BsAs, em um prédio considerado patrimônio histórico. Pegar um táxi do shopping e ir para Puerto Madero (falei sobre esse bairro aqui), almoçar no restaurante La Parolaccia, um italiano delicioso (Alicia Moreau de Justo 1052, dizer para taxista ir pela av. Belgrano). Dali pegar um táxi para o hotel, se tiver compras, para deixar lá.

roteiro buenos aires

♠ Algumas notas e dicas:

1. As visitas ao Teatro Colón são pagas, estilo visita guiada, podendo ser em espanhol ou inglês. Acontecem de 15 em 15 minutos e têm a duração de aproximadamente 50 minutos. Aberto todos os dias, inclusive feriados, das 9 da manhã às 5 da tarde. Sobre as tarifas:

Entrada geral: $150 / Residentes em Argentina: $60 / Aposentados: $30 / Menores de       7 anos: Não pagam / Estudantes (com carteira estudantil): $30 / Contingente de escola     privada: $30 por aluno / Contingente de escola pública: Não pagam. / Pessoas com       incapacidade com (1) companheiro: Não pagam.

No site você pode consultar a programação de espetáculos e outras informações: http://www.teatrocolon.org.ar/

2. A avenida 9 de Julio foi construída em 1912 e concluída em 1930. Ganhou esse nome em homenagem à Declaração da Independência da Argentina, que aconteceu em 9 de julho de 1816. É conhecida mundialmente por ser uma via extremamente larga e possuir em seus arredores monumentos importantes da cidade. Achei super curioso como, andando por ela, você vê um grande contraste entre o antigo e o novo, prédios datados do século XIX convivendo com outdoors e outras publicidades contemporâneas. Assim como na maior parte da cidade, há um contraste também entre estilos arquitetônicos, como o art déco, o art nouveau, o neogótico e construções modernas com muito vidro e grandes alturas. Se tiver oportunidade, caminhe também pela avenida quando a noite ameaçar cair, para ver as luzes iluminando a avenida e seu grande símbolo, o Obelisco.

arquitetura bsas
Antigo x Moderno

3. O Café Tortoni foi inaugurado em 1858 e mantém até hoje o prédio bem conservado. Confesso que, apesar da fama, fiquei um pouco decepcionada. Você tem que enfrentar uma fila de espera para entrar e ainda corre o risco de ser mal atendido. Os garçons pareciam impacientes e mal-humorados. Além disso, antes de ir tinha lido uma dica de pedir o chocolate submarino com medialunas con queso caliente (item típico do café da manhã porteño), mas fiquei bem desapontada. A medialuna veio borrachuda, como se tivesse sido colocada no micro-ondas, e o chocolate quente parecia mais leite com nescau. Enfim, vale a visita para apreciar a arquitetura, mas eu não voltaria lá para comer. Também não espere um preço amigo, já que é um ponto turístico.

4. Medialuna é uma iguaria feita de massa folhada, lembra muito um pequeno croissant. O nome é justamente por conta do formato, em meia lua. É possível encontrar medialunas tanto na versão doce quanto na salgada, sendo a primeira mais gordinha e a segunda mais fina e crocante.

5. A Casa Rosada, além de sede do poder executivo, abriga o Museu da Casa do Governo, com a história e objetos dos ex-presidentes do país. Foi construída sobre o que foi a Fortaleza Real de Don Juan Baltazar da Áustria, em 1594, e reconstruída em 1713, transformando-se em residência. Outra curiosidade, é que o local fica em frente à Plaza de Mayo, lugar famoso por ser palco de históricas manifestações e protestos artísticos, culturais e sociais, sendo assim até hoje. É possível fazer uma visita guiada gratuita à Casa Rosada nos fins de semana e feriados (quando não há expediente), das 10h às 18h (em abril só estavam fazendo aos domingos, não sei dizer porquê). Não é necessário agendar e há cerca de 3 horários disponíveis por turno. Não fizemos a visita, mas algumas pessoas disseram que é bem demorada e um pouco cansativa, mas que valia muito a pena. Se tiver tempo também, espere para ver a troca de guarda que acontece de 2h em 2h. A cerimônia consiste em alguns guardas partirem da Casa

Rosada em direção ao túmulo do guerreiro da independência da Argentina, o general Jose de San Martín, na catedral Metropolitana, enquanto outros fazem o caminho inverso, saindo do túmulo para a Casa Rosada.

troca de guarda buenos aires
Chegamos já no final da troca de guarda, uma pena!!

6. A calle Florida é fechada para veículos e em seu calçadão misturam-se turistas, artistas de rua e pessoas tentando vender shows de tango a preços exorbitantes, almoços baratos (e muitas vezes ruins) em restaurantes das proximidades, roupas, passeios para outlets, óculos… tudo!! Uma verdadeira feira. E é engraçado como os argentinos reconhecem “pelo faro” um brasileiro! Você não precisar “dar um pio” e eles já berram de longe “brasileeeeeeeeeeeeeñoss” e voam pra cima de você (brasileiro tem fama de gastador, rs). Atenção, nada acontece lá antes das 10h.

7. Para quem procura bijuterias e lenços diferentes, a calle Florida é uma ótima pedida. Vale a pena também passar na farmácia Farmacity do nº 474 (entre Corrientes e Lavalle), para cosméticos (essa farmácia também é super conhecida em Paris por ter produtinhos de marcas “sensamaras” e com precinhos amigos!); visitar a loja de departamentos Falabella (chilena), no nº 665 (entre Tucumán e Viamonte), e Zara, no número 651 (na mesma quadra da Falabella).

8. Por favor, tomem sorvete na sorveteria Freddo por miiiim!! Vocês encontram Freddo em quase toda esquina (hehe, exageraaada), e es muy sabroso, uma delíiiiiiiicia! Dulce de leche, por favor! ;D

9. O shopping Galerías Pacífico foi um dos locais mais agradáveis que passeamos, tanto que voltamos várias vezes. Preste atenção no teto; possui em sua cúpula central obras de cinco artistas diferentes que juntos cobriram mais de 450m² de área. Vale a visita mesmo que não queira fazer compras!! Quando fomos, lá tinham lojas como Lacoste, Cacharel, Adidas, Christian Lacroix, Christian Dior, Havanna, Levi’s, Nike, Swatch, L´Occitane, Samsonite, Tommy Hillfiger, Timberland, Swarovsky, Abuela Goye, etc.. Não sei hoje, pois como alguns de vocês sabem, a Argentina enfrenta uma enorme crise e muitas marcas deixaram o país. É aberto das 10h às 21h.

Quando fomos novembro) já tinha decoração natalina no shopping

10. Vocês devem conhecer a fama do alfajor da Havanna, mas provem também as Havannets – cones de chocolate ao leite com recheio de doce de leite. Delícia!!

11. Apesar dos alfajores da Havanna serem os mais famosos e fáceis de achar, na nossa opinião, o melhor alfajor seguro é o da Abuela Goye. Eles são feitos artesanalmente na Patagônia e, além do tradicional doce de leite, tem os sabores chocolate, frutas vermelhas, entre outros. Gente, eu não sou muito fã de alfajor, mas ESSE ALFAJOR É DOS DEUSES! Vão com fé, comprem um e provem na frente da loja, pois vocês vão querer comprar mais!!

12. O La Parolaccia é um restaurante italiano tradicional e muito bacana. Uma dica muito boa é você pedir um prato de massa e um prato de carne. Em BsAs é muito difícil você encontrar pratos como no Brasil, onde vem a carne e a massa juntos. Geralmente são pratos individuais, nos quais vêm só a carne (que é acompanhada de molhos) ou só a massa, e são muito bem servidos. Como nós gostamos de comer os dois juntos, pedimos um de cada e dividimos, dando certinho para os dois comerem uma parte de cada e ficar satisfeitos! Só pegamos a “manha” na metade da viagem, e depois que começamos a fazer isso nossas refeições ficaram muito mais felizes!! rsrs

É isso, gente! Espero que esse post ajude no planejamento de viagem de vocês! Abaixo vou listar alguns blogs que me ajudaram muuuito também:

Viaje na Viagem (esse blog é MUITO bom, para qualquer viagem que você vá fazer!)
Matraqueando
Mi Buenos Aires Querido

Quem quiser também pode contribuir nos comentários! Besitos!!

***Também estamos no instagram! Siga @blognossonaipe e acompanhe novidades diariamente.

♠♥♣♦ Gostou desse post? ♠♥♣♦

Se sim, gostaríamos de pedir a sua ajuda para continuar explorando o mundo e escrevendo! Ao fazer sua reserva através dos links abaixo, você não pagará nenhum valor a mais, mas nós receberemos uma pequena comissão dos parceiros. 🙂 Desde já agradecemos de coração!!

Para reservar um hotel no Booking.com (várias opções, muitos descontos), clique aqui.
Para alugar um carro no Rentalcars.com (reúne várias locadoras), clique aqui.

Banner IAC 2

 

Leia também:
Muchos Buenos Aires! Parte I - Panorama geral da cidade
Muchos Buenos Aires! Parte II - Hospedagem e dicas gerais
Seguro viagem: por que contratar e como escolher
Anúncios

Autor: Livia | Viagens & Menus

www.viagensemenus.com - aqui compartilhamos muitas dicas e relatamos nossas experiências ao redor do mundo. Um espaço para quem gosta de conhecer novos lugares e comer bem. Enjoy! :)

9 thoughts

  1. Que máximo, adorei todas as dicas 😉 Vou viajar pela primeira para Buenos Aires este ano, e mal posso esperar para este dia. Dos lugares que estou ansiosa para ver são o Café Tortoni e a belíssima livraria El Ateneo.

    Um grande abraço
    Josiane Bravo

    Curtir

    1. Oi Josiane, obrigada pela visita! Você vai adorar BsAs, apesar da crise e da cidade estar mal cuidada, continua sendo um encanto! A livraria El Ateneo é realmente belíssima! Quanto ao Café Tortoni é mais bonito do que gostoso (em minha opinião, rs). Os preços são bem altos e não achei as coisas muito boas (minha medialuna veio borrachuda e o chocolate quente não era cremoso, parecia leite com nescau). Talvez tenha sido só uma infelicidade bem na minha vez, rs, mas fica o aviso! Um abraço e boa viagem!!

      Curtido por 1 pessoa

      1. Livia muito obrigada pelas dicas, acredito que deve ser um lugar mais para conhecer do que para comer, pois já li em outros relatos que o Café Tortoni deixa muito a desejar em relação a qualidade da comida e também sobre o atendimento, acho que o lugar ficou tão famoso e requisitado, que a demanda nos pedidos deve ser alta, mais um motivo para eles melhorarem o serviço. Vou gastar o minino possível lá, pois só vou lá mesmo pela arquitetura e história do lugar.

        Curtir

      2. Com certeza! Vou te falar uns lugares estilo café que eu gostei quando fui: brunch no hotel Alvear Palace Hotel (realeza total, rs), Le Pain Quotidien, Confiteria London City (aberta até meia noite e doces maravilhosos) e Nucha. Se gostar de doces, não deixe de passar na Chocolates Rapa Nui, na Smeterling Patisserie e na Vasalissa. Sensacionais!

        Curtido por 1 pessoa

O que achou? Comente aqui! Clique em "seguir comentários" para ser notificado por e-mail sobre a resposta.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s