Roteiro em Kefalonia, Grécia – Parte III

E chegamos ao 4º e último dia na linda ilha Kefalonia! Nesse post, além do nosso roteiro, muitas informações úteis para quem está planejando uma viagem para esse lugar paradisíaco!

kefalonia

4º dia – Passeio de carro pela ilha

Esse último dia foi bem corrido, mas conseguimos conhecer algumas praias que faltavam na nossa listinha. Tínhamos que estar no aeroporto às 16h25 e, como disse no primeiro post dessa série, ter se hospedado em um hotel que fica a 5min do aeroporto foi fundamental!

< Clique aqui e encontre seu hotel em Kefalonia, são muitas opções com desconto e segurança no Booking.com! >

Nossa primeira parada do dia foi na praia mais famosa do sul de Kefalonia: Lourdas Beach.

ROTA 1 DIA 4

Lourdas fica na vila Lourdata, a uns 10km de Svoronata. Devo dizer que foi a praia mais mal sinalizada das duas ilhas, quase sem placas indicando o caminho para chegar até ela. Mas o senso de direção mandava ir à direita, em direção ao mar, e foi assim que fizemos quando chegamos à vila. O acesso é um pouco tenso porque Lourdata fica no alto de um monte, e a estrada para descer até Lourdas, pelo menos a que encontramos, era íngreme e não muito bem asfaltada. Mas a paisagem quando chegamos lá compensou tudo!

kefalonia island 32

kefalonia island 31

A praia de Lourdas fica aos pés do monte Aenos, bem abaixo do seu topo de 1628m de altura  (isso explica a descida um pouco íngreme).  Um dos motivos da sua fama, além da água 50 tons de azul, é o fato de possuir uma flora bem diversificada, com árvores ciprestes, oliveiras, pinheiro e até bananeiras e palmeiras exóticas. Essa vegetação, combinada com sua disposição – uma enorme faixa de areia (e pedrinhas, hehe) fazem essa praia única na Grécia!

Ainda no carro, procurando o melhor local para parar...
Ainda no carro, procurando o melhor local para parar…

 

Que mar surreal!!
Que mar surreal!!

O estacionamento é na “beira da pista” mesmo. Encostamos o carro ali e fomos deslumbrar a cor incrível do mar (e é porque estava meio nublado, imagine com o solzão, como a cor da água não deve ficar!).

Que água é essa Gréciaaaa?!
Que água é essa, Gréciaaaa?!

Como em outras praias, lá tem várias cadeiras de praia e guarda-sol. Dá até para alugar alguns equipamentos de esporte, como pranchas de windsurf. Lá você também encontra bares , restaurantes e cafés, tanto pertinho da praia como na rua principal da vila, então passar um dia ali é muito agradável!

Kefalonia

Para mim foi uma das praias mais lindas que visitamos. Se pudesse, certamente passaria o dia! Quem tiver mais tempo, pode também aproveitar e explorar a vila Lourdata, que é um charme. Dá para fazer um passeio a cavalo (na vila ao lado, Vlahata, eles fazem esse passeio), a pé ou de bike para o Monastério Sissia, onde dizem ter uma vista incrível lá do alto (evite a caminhada no meio do verão, pois fica muito, muito quente).

kefalonia

O mar calminho, quase sem ondas, a água transparente com vários tons de azul, a paisagem do monte… Realmente essa praia merece a fama! Lindíssima!

Absurdamente linda!
Absurdamente linda!

Seguimos nosso caminho e fomos para uma vila bem famosa também, uma das mais desenvolvidas da ilha e com uma praia bastante popular: Skala.

ROTA 2 DIA 4

Skala é uma vila de pescadores, cheia de hotéis, restaurantes e lojas. Sua praia, de pedrinhas e areia dourada, cheia pinheiros e enseadas isoladas, atrai muitos turistas que querem um local tranquilo e ao mesmo tempo cheio de atividades.

Kefalonia
Olhem os pinheiros do lado direito, separando a praia!

A Skala beach é uma das contempladas pela Blue Flag por conta da sua limpeza e organização (expliquei melhor sobre a Blue Flag aqui). Nos arredores da vila, há uma praia hoje declarada área de conservação, a Potamaki Beach, local onde vivem as raras tartarugas-cabeçudas. Quem gostar de natureza e resolver se hospedar nessa vila, existem alguns passeios noturnos para observação dessas tartaruguinhas! Há também o Katelios Environmental and Cultural Centre, perto da vila, um projeto de tartarugas marinhas que oferece um museu e outras atividades que envolvem esse animais.

kefalonia island 36

Em Skala, antes de ir à praia, paramos nas ruínas de uma antiga vila romana, descoberta acidentalmente em 1944. Em 1957 começaram as escavações e evidências apontam que a construção data do século III d.C. e pertenceu a um romano abastado. O pensamento voa longe imaginando o que se fazia em cada lugar.

Kefalonia

Kefalonia

Kefalonia

Os azulejos que estão lá hoje ainda são os originais. Lindos! E possuem algumas imagens, como a de um deus sendo comido por um leão, um tigre, uma pantera e um leopardo (será que quem desenhou isso tinha raiva desse deus? Magina, hehe!). De acordo com minhas pesquisas, parece que era o deus da inveja que estava sendo retratado. Bem feito!  😛

Olhem a imagem do centro!
Olhem a imagem do centro!

Em um período posterior, uma igreja foi construída sobre uma parte dessa vila romana, portanto o que há hoje é um pequeno espaço, onde não se pode chegar perto. O local está aberto diariamente, exceto dia segunda, das 9h às 15h e não há taxa para entrar. Existem placas na vila indicando o caminho para as “Roman Villa ruins”, então é super fácil achar (até porque a vila não é grande, rs).

Kefalonia

Kefalonia

A 3km de Skala, na estrada para Poros, foi descoberto também ruínas de um antigo templo dedicado a Apollo, datado do século VI a.C.. Acabamos não indo a esse templo pois nosso tempo era reduzido, mas #ficaadica. 🙂

Após uma breve parada na vila romana, fomos conhecer a Skala beach. Uma das coisas que a diferenciam dos outros lugares é a “fila” de pinheiros que separa a vila da praia, que mostrei na foto mais acima. Além disso, a praia é como uma grande faixa de areia, cerca de 12km, que se estende até a vila de Poros, onde há um porto. Então, por mais lotada que a parte onde há cadeiras, guarda-sol e bares esteja, você pode caminhar e encontrar um lugar para chamar de seu nessa praia.

Longe da muvuca.
Longe da muvuca.

 

Dá para ver lááá longe as cadeiras?
Dá para ver lááá longe as cadeiras?

Existem várias opções de lazer em Skala, desde alugar equipamentos para esportes aquáticos a passeios de barco pela região.

Para ser bem sincera, por ser uma das praias famosas de Kefalonia, acho que esperava mais. Ela é bem bonita, mas creio que ela é mais famosa por sua estrutura, a paisagem geral do lugar, do que pela praia em si. A água é  transparente e esverdeada, bonita, e a areia, como disse acima, é dourada. O local é muito bonito e deve ser ótimo passar uns dias ali, mas o mar não me saltou aos olhos, e não posso dizer que foi uma das praias mais bonitas que visitamos.

Kefalonia

Seguimos nosso caminho em direção à outra praia super cobiçada em Kefalonia: a exótica praia Antisamos, pertinho de Sami.

No caminho, paramos para tirar foto de um local muito bonito. Se eu não já tivesse achado a minha praia de pedras, aquela seria uma ótima candidata!

Kefalonia

< Já nos acompanha no Facebook? Clique aqui e curta nossa página para acompanhar muitas novidades sobre viagens e gastronomia! >

Kefalonia

Mas definitivamente, a minha praia de pedras é a Petani beach. ❤

Nossa rota passava por Poros, e aproveitamos para dar uma geral nessa vila.

Kefalonia

kefalonia island 37

kefalonia island 38

Bem simpática, por sinal. Deu até vontade de parar no restaurante acima, muito agradável! Mas resistimos e seguimos em frente. Até que vimos um local que parecia ter um banho bem gostoso.

kefalonia island 39

Resolvemos parar e dar um mergulho. Muitas, muitas pedrinhas. Aliás, só pedra! Ainda bem que eu estava com aquele sapartinho rorôso, mas bem útil.

Kefalonia

Kefalonia

Essa foi a nossa rota:

ROTA 3 DIA 4

Apesar de meio contramão, não tinha dado tempo de irmos à Antisamos quando estávamos em Sami, e não poderíamos sair de Kefalonia sem conhecer! Chegando à vila de Sami (falamos mais sobre essa vila aqui) não é difícil achar, existem placas indicando o caminho. De qualquer forma, essa é a rota de Sami a Antisamos:

ROTA 3 DIA 3

A uns 4km de Sami, Antisamos é uma praia de pedrinhas com uma água também com 50 tons de azul, lindíssima! Como em toda a Grécia, a água é power bem geladinha. Essa praia tem um pouco de ondas, e tome cuidado, pois ela fica funda bem perto da praia. Lá do alto, a imagem é sensacional.

kefalonia island 40

É uma praia também agraciada pela Blue Flag. Existe um bar/restaurante super moderninho servindo a praia, o Mojito. Possui cadeiras, mesinhas e guarda sol, e não é preciso consumir nada no bar para sentar. A estrutura do Mojito é ótima, a única coisa que me incomodou foram as abelhas na região das mesas (aliás, não sei por que, mas abelhas foram bem constantes nas ilhas, na maior parte dos lugares abertos com comida as abelhas apareciam, não sei se foi a época).

Kefalonia

Kefalonia

Esse lugar é maravilhoso! Fica isolado, uma praia no meio das colinas, mas ainda bem que tem como acessar de carro. É um dos destinos favoritos da ilha, tanto pela beleza natural do lugar quanto pelo fato de ser uma praia bem estruturada, dando para passar o dia todo nela com conforto (banheiros, restaurante, etc.).

Kefalonia

Ficou mundialmente famosa depois de ter aparecido no filme Captain Corelli’s Mandolin.

Kefalonia

Foi um dos melhores mergulhos na ilha! Uma pena que quando fomos o céu estava meio nublado, então a água não estava tão transparente, e nas fotos a falta de luz não fez jus a sua beleza pessoalmente.

O amado quase não sai da água. Boora amor, olha a hora!!
O amado quase não sai da água. Boora amor, olha a hora!!

A estrada de Sami a Antisamos é boa, dá para um carro básico ir tranquilamente. Tem onde deixar o carro também.

kefalonia island 41

Se tiver mais tempo, no alto da colina tem um monastério, o Monastery of Agrillion, que dizem ser bem bonito.

Após uma breve parada nessa praia com um mergulho renovador de alma, era hora de voltar para o hotel e seguir para o aeroporto, rumo ao 4º destino da nossa lua de mel. 🙂

Mar de Antisamos!
Mar de Antisamos!

Gente, esse foi nosso roteiro durante os dias que passamos na ilha. Tinha uma série de outras praias legais para conhecer, como Xi, a praia de Agia Efimia, a que fica perto de Fiskardo, etc., mas infelizmente tivemos poucos dias e elencamos o que, para nós, era mais importante conhecer.

Esse site aqui fala sobre todas as praias de Kefalonia, muito bom! Deem uma olhadinha e elenquem as mais importantes para vocês. Já nesse site aqui vocês encontram outros passeios que dá para fazer em Kefalonia.

♦ Curiosidade: Não sei se vocês já viram, mas aqui no Ceará é bem comum nas estradas, principalmente nas que vão para o interior ou serra, ter umas “casinhas” na beira da pista em homenagem às pessoas que morreram naquele lugar.

kefalonia island 42

Em Zakynthos a gente viu, mas em Kefalonia tinham MUITAS! Sério, primeiro não sabia que se tratava disso, mas víamos várias casinhas, pequenas, grandes, umas até que mais pareciam um casarão, hehehe. O marido tem uma queda por coisas mórbidas e adorava quando encontrava uma (oi? ¬¬).

kefalonia island 43

Conversei com uma pessoa no hotel e ela confirmou que realmente eram homenagens. Disse que muitas pessoas morreram construindo as estradas, fora as que morreram dirigindo inconsequentemente. Triste, né? Fiquei meio tensa. No último dia em Kefa (minha best), o marido me fez parar em uma dessas para ver o que tinha dentro… Realmente, se tratava de uma homenagem póstuma! Ele viu velas, fotos e cartas. Eu, obviamente, nem cheguei perto. #prefiroosvivos

kefalonia island 44

Bom, mas voltando à parte vívida, linda e paradisíaca de Kefalonia, uma coisa é certa: essa ilha nos verá novamente! Tem uma série de coisas que não vimos, então motivos para voltar é o que não faltam!

Antío, Kefa (íntima já)!
Antío, Kefa (íntima já)!

Tendo relatado nosso roteiro, seguem algumas informações e outras dicas para quem planeja uma viagem para essa ilha:

COMO CHEGAR

Existem duas formas de chegar a Kefalonia: por ferry ou avião.

♦ Ferry boat

• De Atenas

Quem está em Atenas, o barco sai do Porto de Kyllini (cerca de 300km da cidade) para o Porto de Poros. Você pode ir até Kyllini de ônibus, transfer agendado com agência ou carro alugado (dá para, inclusive, embarcar com o carro no ferry, tendo só que combinar isso com a locadora e pagar o custo do carro no barco). De Atenas, é aproximadamente 3h e meia até o porto, e o bilhete de ônibus pode ser comprado na própria rodoviária (Estação KTEL, rua Kifissou, 100).

Existem duas empresas que operam essa rota:

IONIAN FERRIES –  http://www.ionianferries.gr
Zante: +30 26950 22083, +30 26950 49500; Killini: +30 26230 92100, +30 26230 92422.

– KEFALONIAN LINES – http://www.kefalonianlines.com

• De Zakynthos

Se você estiver em Zakynthos, a rota é do Porto Agios Nikolaus ao Porto Pesada, que foi exatamente a que fizemos. Quem faz essa rota é a empresa Ionion Pelagos (http://ionionpelagos.com/), e reservas podem ser feitas pelo telefone +30 26950-23984.

• De Lefkada

Para quem está em Lefkada e deseja ir para Kefalonia, existem duas empresas que fazem a rota:

IONION PELAGOShttp://ionionpelagos.com/, faz a rota Lefkada (Vasiliki) – Sami (todo dia às 12h30).

– WEST FERRY – http://westferry.gr/, faz a rota Lefkada (Vasiliki) – Fiskardo (dias e horários de acordo com o mês, visite o site para saber).

O valor do ticket e a duração de cada viagem depende de onde você sai, mas em todos os sites tem informando tudo direitinho.

♦ Avião

Nós chegamos à Kefalonia de barco, saindo de Zakynthos, mas saímos da ilha de avião. Assim como em Zante, as companhias aéreas que operam desde Atenas para essa ilha são a  Aegean Airlines e a Olympic Air (falei um pouco sobre elas no primeiro post da lua de mel, aqui). Se você estiver na Inglaterra ou Itália, a Easyjets também faz.

⇒ Dica 1: Consulte sites de buscas de voos como o Skyscanner.

Fique atento na hora de planejar a viagem, pois os voos para as ilhas não acontecem de forma contínua, nem todos os dias e nem no mesmo horário. De acordo com o dia (tanto ida como volta), pode ter ou não, assim como muda o horário e o valor.

COMO IR DO AEROPORTO OU PORTO PARA O HOTEL

Como falamos no primeiro post da série, o ideal é já deixar programado o transfer para o hotel, seja com um táxi acordado com o hotel, seja com alguma empresa de traslado, principalmente se você for chegar pelo porto. No aeroporto ainda existem alguns táxis, mas dependendo do horário do voo e da quantidade de pessoas, talvez você tenha que esperar bastante. Nós combinamos o transfer com o hotel, então quando chegamos já havia um carro esperando por nós.

Quem vai ficar em Argostoli, há uma linha de ônibus que sai do aeroporto para a capital. São 3 horários ao dia (14h15, 17h30, 20h30), e também faz o caminho inverso, Argostoli – aeroporto (13h30, 16h45, 19h30). Se você vai ficar em Argostoli e seu voo chega perto desses horários, é uma opção.

MELHOR ÉPOCA PARA IR

Como Kefalonia é colada em Zakynthos, todos os conselhos de uma ilha funcionam para a outra. Da mesma forma que em Zante, Kefalonia só funciona de verdade de maio a setembro. Entre outubro e abril você corre o risco de encontrar locais fechados e pouca opção de hospedagem, pois é considerada temporada de inverno. A água do mar já é gelada, então as temperaturas mais baixas acabam afastando os turistas. Além do mais, o bom das ilhas são as praias. Curtir praia no frio não é muito interessante, né?

De acordo com minhas pesquisas, maio é baixa estação (tudo mais barato) e tem pouca gente na ilha, mas em compensação as temperaturas são um pouco mais baixas, com máximas de 23º, e as chuvas mais constantes. Além disso, por ser baixa estação não tem muito movimento (a baixa estação vai até o fim de junho e a partir da segunda quinzena de setembro, mais ou menos).

Como a água do mar é bem gelada, aconselho ir de julho a setembro, pois a temperatura é mais alta e as chuvas são menores. De julho a agosto a ilha ferve – é quente e lotado, pois é o ápice do verão e férias dos europeus. Nesse período você vai encontrar muita badalação na ilha. Achei setembro um ótimo mês, quente, mas com brisas refrescantes, com barzinhos e pubs funcionando.

COMO SE LOCOMOVER NA ILHA

Kefalonia é a maior ilha do mar jônico, então não tem como alugar uma bike para explorar. O ideal, para poder conhecer a ilha toda com liberdade, é alugar um carro ou um ATV. Se você gosta de aventuras, alugue um ATV, mas, de acordo com nossa experiência lá, eu aconselharia um carro. A diferença de valor não é muita, e o carro te dá mais autonomia para subir as montanhas, fazer as curvas e acessar os lugares, sem contar que te protege do sol, chuva e você ainda pode levar várias coisas dentro dele para passar o dia de forma confortável (casaco caso esfrie, lanches, água, etc.).

Dirigir por Kefalonia é bem tranquilo, a estrada é bem sinalizada e pavimentada, apesar de em alguns trechos ficar estreita, tendo que tomar cuidado com os carros que vêm na outra direção (e com os bichos malucos que invadem a pista também). Em setembro a ilha estava super tranquila, poucos carros, em alguns trechos nenhum, bem bom de dirigir.

Para quem não quer alugar um carro, a empresa de ônibus KTEL possui rotas para algumas vilas da ilha, com horários determinados. O site da empresa é esse aqui, e você pode consultar para quais lugares o ônibus vai. Só não espere pontualidade britânica, nem sempre os horários são cumpridos. A sede da empresa fica em Argostoli, lá você também pode consultar as rotas e horários.

Se preferir se locomover de táxi, o Kefalonia Taxi Club aceita reservas pelo site. Achei o site de outras empresas também: Kefalonia Airpot Taxi e Road Taxi Kefalonia. Não sei dizer o valor das tarifas, não usamos táxi em nenhum momento.

⇒ Dica 2: Planeje seus dias antes de viajar.

Antes de viajar, mesmo que leve GPS, estabeleça alguns pontos que queira conhecer, faça a rota pelo Google e leve os “prints” no tablet, celular ou impressos. Como disse anteriormente, não há 3G/4G nem wifi pela ilha, só nos hotéis e restaurantes.

◊ Obs.: Existe um app que promete funcionar como GPS sem internet, o Maps.me, bastando apenas que você baixe o mapa do local nele. Não sei se funciona mesmo e se tem o mapa de Kefalonia, pois descobri esse app depois dessa viagem, mas não custa nada tentar.

◊ Obs¹.: Também existe a possibilidade de tentar utilizar o aplicativo Waze. Dei essa dica no post sobre Orlando (aqui), e não sei se funcionaria em Kefalonia, mas com certeza eu tentaria. Estabeleça as rotas dos vários lugares que quer fazer, inclusive a volta para o hotel, no Waze, quando tiver internet. Depois de gravado os locais, o Waze te leva mesmo sem internet, só pegando o sinal de GPS mesmo! Por exemplo, em nosso roteiro, poderia ter feito as seguintes rotas: do hotel a Lourdata, de Lourdata a Skala e de Skala a Sami.

Um último conselho: tenham um cuidado maior quando tiverem nas regiões montanhosas, principalmente quando a pista for beirando um penhasco. A paisagem é linda, mas tem muitas curvas e alguns trechos são um pouco estreitos. E SEMPRE, SEMPRE obedeçam à sinalização.

ALUGUEL DE CARRO

Existem várias agências que você já sai do Brasil com o carro reservado, como o site Reantalcars.com, que oferece muitas opções. Você pode fazer sua reserva clicando aqui.

Preferimos deixar para alugar lá para poder programar melhor o dia do passeio (se estivesse chovendo, teríamos que mudar o dia), e recomendo que você faça isso também (a não ser que seja alta estação, pois corre o risco dos carros acabarem). Em Kefalonia contratamos o carro através do hotel, e custou 75 euros 3 dias (carro básico 4 portas, pegando com tanque cheio e devolvendo com tanque cheio também, km livre, sem GPS). Mas assim como Zakynthos, se você ficar em uma vila mais badalada, existem várias agências na rua.

CULINÁRIA

Kefalonia é muito parecida com Zakynthos em diversos aspectos, e culinária é um deles. A ilha também sofreu influências  gastronômicas da Itália e, além da tradicional comida grega, você vai encontrar muitas opções de massas nos cardápios (por menor que seja o restaurante, pelo menos um espaguete à bolonhesa você vai encontrar).

Peixes e frutos do mar também são muito abundantes nas ilhas, presentes em todos os restaurantes e deliciosamente preparados pela cozinha mediterrânea, que amamos de paixão.

De forma geral, a comida na Grécia é uma delícia, barata e muito farta! Nas ilhas não é tão barata como em Atenas, mas ainda um dos menores custos da Europa.

QUANTO TEMPO FICAR

Passamos 3 noites e 3 dias inteiros em Kefalonia e mostramos para vocês o que fizemos. Deu para ter uma noção muuuuito grande da ilha, mas para conhecer e curtir mais cada cantinho, eu gostaria de ter passado pelo menos um dia a mais. O ideal? Uns 5 dias inteiros. Um tempo bom, para conhecer bastante, 4 dias. Tempo de quem não tem muito tempo, mas dá para conhecer os hotspots e ver os locais mais importantes, 3 dias inteiros. 😀

QUE MOEDA LEVAR

Ainda parte da União Europeia (até o momento que fiz esse post era), a moeda oficial do país é o euro. Pelo fato de muitos visitantes serem ingleses (junto com os italianos, os ingleses são os que mais visitam a ilha), alguns locais aceitam libra, mas eu não levaria.

Não se confie no cartão de crédito, leve apenas para emergência. Na Grécia nem todos os estabelecimentos aceitam (lógico que os maiores sim), então leve o suficiente em dinheiro e antes de sentar à mesa, pergunte ao garçom se aceitam cartão. As entradas dos passeios, por exemplo, a maioria só podia pagar em dinheiro.

O QUE VESTIR

Supondo que você vai espertamente planejar sua férias para a época de verão, leve roupas leves (short, bermuda, vestidos) e um casaquinho/jaqueta jeans ou blusa de manga comprida para a noite, pois venta bastante e pode esfriar um pouco. Mas não é aquele casaco de frio que fica entocado em casa e você quer usar na primeira oportunidade, falo de casacos leves mesmo, tipo aqueles que se leva para o cinema. 🙂

Mais uma de Antisamos.
Mais uma de Antisamos.

E acabou a série sobre Kefalonia! Esperam que tenham curtido nosso roteiro, quem tiver dúvidas ou até outras dicas da ilha deixem um comentário que será um prazer responder e saber mais coisas sobre esse lugar que nos conquistou (como toda a Grécia). Para finalizar, deixo aqui links de sites que me ajudaram bastante no planejamento da viagem:

Quatro Cantos do Mundo 
Guia Grécia
Travel Info Greece
Greeka

Greece Travel
Ferries
Kefalonia Island
Agni Kefalonia Travel Guide 
Visit Greece 

Filiá!!

♠♥♣♦ Gostou desse post? ♠♥♣♦

Se sim, gostaríamos de pedir a sua ajuda para continuar explorando o mundo e escrevendo!Ao fazer sua reserva através dos links abaixo, você não pagará nenhum valor a mais, mas nós receberemos uma pequena comissão dos parceiros. 🙂 Desde já agradecemos de coração!!

Para reservar um hotel no Booking.com (várias opções, muitos descontos), clique aqui.
Para alugar um carro no Rentalcars.com (reúne várias locadoras), clique aqui.

Anúncios

Autor: Livia | Viagens & Menus

www.viagensemenus.com - aqui compartilhamos muitas dicas e relatamos nossas experiências ao redor do mundo. Um espaço para quem gosta de conhecer novos lugares e comer bem. Enjoy! :)

O que achou? Comente aqui! Clique em "seguir comentários" para ser notificado por e-mail sobre a resposta.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s