Lua de Mel dos Sonhos [Grécia] – Atenas II

Kalimera!! (bom dia, em grego)

Continuando com o roteiro em Atenas, o post ficou meio longo porque a gente fez bastante coisa em um dia! E vale dizer que ficou faltando um item do roteiro, pois não conseguimos acordar mais cedo depois de muitas horas de viagem e ainda com o cansaço da festa de casamento. Vamos lá!

2º dia

Antes de começar, é interessante falar que com um único ticket você visita as principais atrações de Atenas: Acrópole, Templo de Zeus, Ágoras Antiga e Romana, Biblioteca de Adriano e o cemitério Kerameiko. Você pode comprá-lo no Templo de Zeus ou na Acrópole por 12€, daí é só mostrá-lo nas outras atrações. Idosos e crianças pagam meia!

Nosso segundo dia começou com uma visita ao Arco de Adriano e o Templo de Zeus, que saindo do nosso hotel (falei sobre ele aqui) era só atravessar a rua e andar alguns metros para a esquerda. 😀

hotel athens gate atenas
Vista do restaurante do hotel, que fica no terraço.

O Arco ou Portal de Adriano foi construído em 131 pelos atenienses, em honra ao imperador Adriano que realizou muitas benfeitorias na cidade. Antigamente havia uma rua que levava da cidade velha para a nova seção romana (onde se encontrava inclusive o Templo de Zeus), e a divisão da parte velha e nova era feita por esse portal. Em cada lado do arco existe uma inscrição; do lado em direção à Acrópole está escrito “Esta é Atenas, a cidade antiga de Teseu”, e do outro lado, de frente para a nova cidade, tem: “Esta é a cidade de Adriano e não de Teseu”. Interessante, né? O Imperador Adriano foi realmente um marco na cidade de Atenas. Vocês vão ver que tudo lá é Adriano ou tem Adriano no meio, rs (inclusive um restaurante que adoramos e falamos no post passado)!

arco de adriano
Finjam que não tem um desagradável que resolveu parar bem na hora da gente tirar foto, hehehe.

♦ Nota: Adriano foi imperador romano entre os anos 117 e 138, que viajava bastante e por onde passava ia revolucionando, levantando cidades, fazendo estradas e erguendo monumentos (que tinham significado político de aliança entre Roma e a cidade do monumento). Era um grande admirador da Grécia, e quis fazer de Atenas a capital cultural do império. Foi o responsável pela propagação do helenismo (cultura grega, quase um greek way of life, rs) no mundo antigo e o autor da construção de muitos templos na cidade, inclusive o de Zeus, cuja obra se arrastava desde o séc. VI a.C. e só foi concluída no seu reinado.

Ao lado do Arco de Adriano está o maravilhoso Templo de Zeus Olímpico, ou Olympeion, um dos mais famosos e maiores templos da Grécia. Dedicado ao deus de todos os deuses, esse templo foi projetado para ser o maior já construído até o momento (no naipe de Zeus, rs). Hoje só se vê 15 colunas em pé e uma no chão, que caiu devido a uma tempestade no séc. XIX, mas originalmente possuía 104 colunas, cada uma com 17m de altura. Se já é gigantesco com o que restou, imaginem como devia ser antes!! :O

templo de zeus
É muito gigante!!
templo de zeus
Um zoom da coluna caída.

Dentro do templo havia uma estátua enorme de Zeus, que sumiu junto com outras estátuas e blocos de mármore em saques e perseguição ao paganismo. Apesar do tempo, você ainda consegue ver detalhes desenhados nas pedras, como os arabescos e folhas. Incrível!

templo de zeus
Olha a Acrópole lá atrás!

Como falado anteriormente, a sua construção começou no séc. VI a. C., mas só foi concluída após ordens do imperador romano Adriano. Nos arredores do templo, Adriano construiu também um bairro no estilo do urbanismo romano, que ficou conhecido como “cidade nova” (daí o Arco de Adriano fazer a divisão entre “as duas cidades”).  Para mais informações (horários, etc.) clique aqui.

templo de zeus 4
Magnífico. Templo como está hoje.
templo de zeus antes
Projeção de como deveria ter sido.
arco de adriano 2
Vista do Templo de Zeus para o Arco de Adriano.

Após sair do templo e passar novamente pelo Arco de Adriano, seguimos à direita, andando pela avenida Leof. Vasilissis Olga, continuando nela até chegar ao Estádio Panatenáico (essa avenida faz uma curva para a esquerda, quando se torna a Leof. Vasileos Konstantinou).

estadio panatenaico

Também chamado de Panathinaiko ou Kallimarmaron (beleza em mármore), esse estádio é famoso por três motivos: 1) sediou a primeira Olimpíada da era moderna, em 1896; 2) é o único estádio do mundo construído inteiramente de mármore; 3) foi construído há mais de 2.500 anos, em 566 a.C., contando com cerca de 4 reparos entre melhorias e restaurações, e até hoje está em funcionamento. Sim, até hoje funciona!! O estádio está super bem conservado e hoje é usado para homenagear grandes conquistas de esportistas gregos ou utilizado em eventos importantes, como a cerimônia de abertura do Campeonato Mundial de Atletismo de 1997. Mais recentemente, nos Jogos Olímpicos de 2004, foi palco das disputas de tiro com arco e da chegada das maratonas masculina e feminina.

estadio panatenaico

É incrível como essas construções antigas da Grécia permanecem até hoje, principalmente quando se vê uma assim, praticamente intacta! O estádio está situado exatamente no local onde era o antigo Estádio de Atenas, onde aconteciam as competições dos antigos Jogos Panatenáicos. Se você quiser entrar no estádio é cobrado ingresso no valor de 3€, que dá direito a ter acesso a todo o local, inclusive a área dos vestiários, e um áudioguia automático. Estudantes e maiores de 65 anos pagam 1, 50€; grátis para menores de 6 anos. Para mais informações acesse www.panathenaicstadium.gr/.

Depois de tirar foto e imaginar como eram os jogos ali, atravessamos a avenida a Leof. Vasileos Konstantinou e entramos no Jardim Nacional, um parque público belíssimo de 15,5 hectares, bem no centro da cidade.

jardim nacional (1)
Nossas fotos do Jardim sumiram! Mas essa dá para ver como é lindo. Fonte da imagem: Google

É uma delícia caminhar por esse parque, não só por aliviar o solzão esquentando a cuca, mas também por encontrar enormes árvores, alguma ruínas, monumentos, pilastras de colunas coríntias e outras belezuras no caminho.

jardim nacional atenas
Única foto nossa do Jardim que restou, ainda bem que é a dessa passarela belíssima!!!

Do ponto onde entramos, encontraremos o Zappeion um pouco mais à frente, indo em direção ao lado esquerdo (você passará por ele do lado de fora do parque, quando estiver indo para o estádio, é só permanecer olhando para o lado esquerdo). O Zappeion é um edifício muito bonito, famoso por ter sido usado diversas vezes pelos Jogos Olímpicos. Em 1896, foi usado como sala principal de provas de esgrima; nos jogos de 1906, foi usado como Vila Olímpica e, durante as Olimpíadas de Atenas de 2004, ele foi usado como Centro de Mídia. Além disso, uma série de outros eventos históricos ocorrem no edifício, como a assinatura dos documentos de formalização da adesão da Grécia à União Europeia, em 1981. O nome deu-se em homenagem à  Evangelis Zappas, um dos fundadores e patrocinadores dos Jogos Olímpicos, cuja cabeça está enterrada debaixo da sua estátua, na parte externa do Zappeion (agora, por que só a cabeça foi enterrada ali eu não sei!).

zappeion
Nossa foto do Zappeion se perdeu também 😦 Mas tá aí ele! Fonte da imagem: Google

Atravessamos o parque (que é bem confuso e impossível de seguir em linha reta) e chegamos ao Parlamento Grego, sede do poder legislativo, utilizado como palácio do primeiro rei da Grécia (Otto). O mais interessante sobre esse prédio, do ponto de vista turístico, é a troca de guarda dos evnozes (soldados da Guarda Presidencial) da vigília da Tumba do Soldado Desconhecido, que acontece em frente e a cada hora. Infelizmente chegamos bem no finalzinho!

parlamento grego
Naquele aglomerado do lado direito é onde ficam os evnozes e a Tumba do Soldado Desconhecido.

♦ Nota¹: Chama-se de Tumba ou Túmulo do Soldado Desconhecido o monumento feito por determinado país em homenagem aos soldados que não foram identificados quando morreram em guerra. É um túmulo simbólico, mas alguns têm restos desses soldados.

túmulo soldado desconhecido grécia
Túmulo do Soldado Desconhecido em Atenas. Fonte da imagem: Google

Existem algumas cidades que têm um ritual de troca de guarda na frente dos seus parlamentos (falamos da troca de guardas em Buenos Aires aqui), e a de Atenas é basicamente igual, tirando o fato do uniforme histórico dos oficiais ser uma gracinha, com o sapato todo trabalhado no pompom, e a marcha ser um barato!

troca guarda atenas
Essa devia ser uma farda mais antiga. Fonte da imagem: Google

Vídeo dos evnozes saindo da marcha:

Em frente ao Parlamento encontra-se a famosa Praça Syntagma, palco de grandes manifestações populares (quase uma Playa de Mayo, como visto aqui).

praça syntagma
Vista do Parlamento para a avenida que leva à Praça Syntagma.

Syntagma, que significa Constituição, é uma das principais praças de Atenas, tendo recebido esse nome depois que o rei Otto foi obrigado por uma rebelião militar a aceitar a Constituição, em 1843. Abaixo, vários ângulos vistos da praça (clique para ampliar).

syntagma 5 syntagma 4 syntagma 3 syntagma 2

Peguei essas fotos na internet para vocês terem noção de como fica essa praça em dias de manifestação popular. #oremos

syntagma
Fonte da imagem: Google
syntagma 7
Fonte da imagem: Google

A estação de metrô SYNTAGMA, exatamente nessa praça, é uma das estações que tem peças encontradas em escavações durante sua construção, na década de 90, expostas (falei aqui).

Abaixo, a rota que fizemos até agora:

rota
Esses mapinhas sempre acompanham nossos roteiros. São uma mão na roda!!

♣ Obs.: Falarei sobre o Museu Benaki no próximo post.

Depois de dar uma olhada na estação SYNTAGMA, voltamos para o Parlamento e seguimos para a esquerda, em direção à avenida Leof. Eleftheriou Venizelou, para visitar a famosa Trilogia Neoclássica de Atenas (cerca de 10 minutinhos andando).

ROTA 2 atenas

Trata-se de 3 prédios construídos no centro de Atenas, considerados os principais exemplares da arquitetura neoclássica: Academia de Atenas, Universidade de Atenas e Biblioteca Nacional da Grécia.

A Academia de Atenas é uma das principais instituições científicas da Grécia, e seu nome deriva da Academia de Platão, uma antiga instituição exclusiva para filósofos, fundada pelo próprio em 387 a.C.. Não é aberta ao público, mas vale a visita para admirar a estrutura e as estátuas de Apolo, Atenas, Sócrates e Platão.

academia de atenas 1
Finjam que não tem outro desagradável tirando o glamour da nossa foto, hehehe.
academia de atenas 3
Super imponente! Foco nas colunas, idênticas às do Propileu, na Acrópole!
academia de atenas 2
Apolo.

A Universidade de Atenas, oficialmente chamada Universidade Nacional Capodistriana de Atenas, foi fundada em 3 de abril 1837, por iniciativa do rei Otto I da Grécia. Era uma instituição bastante respeitada, mas infelizmente suspendeu seus serviços após decisões de cortes de salário/funcionários pelo governo, em setembro de 2013. Não encontrei informações se tinha voltado, e quando passamos por lá não tinha ninguém. Reparem nas suas colunas, também idênticas às do Propileu, na Acrópole, e nas estátuas de Platão e Aristóteles, nas escadarias.

universidade de atenas

A Biblioteca Nacional é um edifício muito bonito, todo construído em mármore. Suas imponentes colunas dóricas se assemelham muito com as do Partenon, na Acrópole. Já nesse prédio é permitida a entrada, e você encontra uma das maiores e mais bem conservadas coleções de manuscritos (alguns com mais de 1.400 anos!!), além de livros, mapas, jornais, fragmentos da Bíblia do séc. VI, entre outros.

biblioteca nacional atenas

Após, pegamos o metrô na estação PANEPISTIMIO (linha vermelha, M2), que é em frente à Biblioteca Nacional, e fomos para a estação MONASTIRAKI (linhas verde e rosa, M1 e M3 – fizemos baldeação na estação OMONIA, mapa das linhas aqui), para conhecer o famoso mercado local.

Ao sair da estação você vai encontrar a Praça de Monastiráki, uma praça histórica onde se encontram nos arredores a Mesquita Tzistarakis, a Biblioteca de Adriano e a Basílica Bizantina de Pantánasa.

monastiraki
Fonte da imagem: Google

Nesse local também fica o famoso Mercado de Pulgas de Monastiráki (Monastiraki Flea Market), conjunto de lojas ao ar livre e vendedores ambulantes que ocupam a praça e as ruazinhas da região (praticamente uma 25 de Março mais organizada). Lá você encontra lojinhas de souvernires, calçados, roupas, instrumentos, livros, antiguidades, quinquilharias… Tudo mesmo! Se em dia de semana já estava cheio de gente, eu não quero nem imaginar como é aos domingos, dia da feirinha, quando pela manhã os atenienses se reúnem em peso para comprar e vender tudo que você imaginar. Deve ser uma confusão hein!

monastiraki 3

monastiraki 2

Em nossa opinião, o mercado não é o local que você vai pensando em compras, mas com certeza vale a visita pelo ambiente. Vai que você encontra algo que goste por um precinho camarada? Não deixe de pechinchar!!

Andando por uma rua cheia de restaurantes que pegamos na própria praça (rua Mitropoleos), paramos em um mais tranquilo do lado esquerdo, o Savvas (ou Sabbas), e provamos outra tradição da culinária grega, o Kebab, e ainda pela bagatela de 2,30€!! Estava uma delícia, melhor kebab que comemos durante toda a viagem. Além dele, pedimos também o queijo feta grelhado (<3), dessa vez sem o mel e o gergelim, delícia. Quando voltamos de viagem olhamos no Tripadvisor e esse restaurante é muito bem falado! Pura sorte, um achadinho em Monastiraki.

Na Praça de Monastiráki também tem uma sorveteria chamada The Ice Cream Shop. Vale muito a pena, foi o melhor sorvete da viagem! O sorvete grego tem uma consistência parecida com o italiano e é muito saboroso.

Falando um pouco mais do local, a região de Monastiráki é super bacana de se andar. As principais ruas são a Ermou e a Adrianou.

A rua Ermou é a principal e mais famosa rua de comércio da cidade. Ligando a praça Syntagma com o sítio arqueológico Kerameikos, é uma rua com alguns trechos somente para pedestres, cheia de lojas de marca como Zara, Sephora, Mac (inclusive a Pro, onde você encontra produtinhos exclusivos), Nike, etc., um verdadeiro antro da perdição para mulheres, rs. Lembrou-me bastante a Saint Honoré de Paris, sem a lindeza da arquitetura, claro (um dos posts que estou devendo por aqui, fiquem ligados!). Não é à toa que está entre as 10 principais ruas comerciais mais caras da Europa! Uma dica fashion e de beauté é conhecer a Hondor, uma loja de departamento enorme com várias filiais na Grécia, com produtos de marca, dermocosméticos, makes, esmaltes, seção profissional de produtinhos para cabelo… Muito boa mesmo!

rua ermou atenas
Fonte da imagem: Blog Turismo Grécia

Já a rua Adrianou é uma das ruas mais representativas de Atenas, mas no ponto de vista histórico-cultural. Ela se estende desde a Biblioteca de Adriano até a estação de metrô THISIO, com muitas cafeterias, restaurantes, lojas de objetos tradicionais e antiguidades, passando pela Ágora Antiga e com vista para Acrópole.

Após passear um pouco e comer pelo Mercado de Monastiráki, pegamos o metrô na estação da praça e seguimos para a tão esperada, desejada, sonhada, Acrópole, parando na estação ACROPOLI (linha vermelha, mais uma vez fizemos baldeação na OMONIA). Essa estação é bem próxima da entrada do Museu da Acrópole e da Acrópole (e é exatamente essa que fica a 2 quarteirões do nosso hotel, como falei aqui). Em frente à estação também tem vários cafés, lojinhas que vendem água, picolés, biscoitos… Ao sair da estação, seguir pela esquerda e dobrar na primeira à esquerda, uma avenida larga, que, seguindo por essa avenida, primeiro você vai ver o Museu da Acrópole do lado esquerdo e, mais a frente, a entrada para a Acrópole, do lado direito. No caminho, entre uma atração e outra, você vai ver do lado esquerdo uma igreja Ortodoxa bastante movimentada (das duas vezes que passamos por ali estava tendo algum tipo de celebração).

Como o post já está bem longo e tem muita coisa para falar sobre a Acrópole, separei um post exclusivo para essa atração imperdível em Atenas!

Filiá! (beijos)

***Também estamos no instagram! Siga @blognossonaipe e acompanhe novidades diariamente.

♠♥♣♦ Gostou desse post? ♠♥♣♦

Se sim, gostaríamos de pedir a sua ajuda para continuar explorando o mundo e escrevendo! Ao fazer sua reserva através dos links abaixo, você não pagará nenhum valor a mais, mas nós receberemos uma pequena comissão dos parceiros. 🙂 Desde já agradecemos de coração!!

Para reservar um hotel no Booking.com (várias opções, muitos descontos), clique aqui.
Para alugar um carro no Rentalcars.com (reúne várias locadoras), clique aqui.

Banner IAC 2

 

Leia também:  
 Lua de Mel dos Sonhos - Parte 1: Grécia! 
 Lua de Mel dos Sonhos [Grécia] - Atenas I 
 Lua de Mel dos Sonhos [Grécia] - Atenas III 
 Lua de Mel dos Sonhos [Grécia] - Zakynthos I 
 Lua de Mel dos Sonhos [Grécia] - Zakynthos II  
 Seguro viagem: por que contratar e como escolher


Anúncios

Autor: Livia | Viagens & Menus

www.viagensemenus.com - aqui compartilhamos muitas dicas e relatamos nossas experiências ao redor do mundo. Um espaço para quem gosta de conhecer novos lugares e comer bem. Enjoy! :)

O que achou? Comente aqui! Clique em "seguir comentários" para ser notificado por e-mail sobre a resposta.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s